Jesus escondido no irmão

julho 29, 2010

Oi gente, Paz e Bem!

Hoje quero partilhar com vocês um momento que estou vivendo  na minha família que tem sido diferente e tem me ensinado muito.

Eu tenho uma tia que tem 82 anos e que tem o mal de alzheimer, ela foi na sua juventude e idade adulta uma pessoa muito ativa, trabalhou bastante, tinha uma situação financeira excelente e morou muitos anos no Estado do Paraná, na cidade de Foz do Iguaçu, quando meu tio era vivo e trabalhava na hidroelétrica. Ela não pôde ter filhos e meu tio morreu há alguns anos. Depois da morte de meu tio, ela voltou a morar no Recife e aos poucos foi desenvolvendo a doença, começou com alguns esquecimentos e agora a doença está se desenvolvendo com muita rapidez.

É triste ver alguém que a gente quer bem e viu com tanta saúde estar num estado tão delicado… Mas, esses dias que ela está passando em minha casa, sendo cuidada por minha mãe, vejo nela a pessoa de Jesus. Quantas vezes vamos tão longe para fazermos um ato de amor, de caridade e muitas vezes as pessoas que mais precisam estão perto de nós.

Tenho visto isso em minha casa, minha tia já idosa, tão dependente, não nos conhece mais, faz as mesmas perguntas o tempo todo, nós lembramos o horário de comer, de beber água, de dar o remédio, senão ela nem lembra. Estou aprendendo muito com tudo isso, principalmente que temos de dar atenção e carinho as pessoas sem esperar nada em troca, que temos que ver em cada uma delas o próprio Cristo. Ontem, quando cheguei em casa, dei um abraço muito forte nela, dei um monte de beijos e disse muitas palavras carinhosas a ela, de repente ela me olhou com lágrimas nos olhos e me disse: “obrigada, obrigada pelo carinho”… Eu também me emocionei, pois quem mais ganhou fui eu… Sei que 5 minutos depois ela já tinha esquecido do carinho e da atenção que eu dei, mas isso não importa, como é importante dar dignidade a ela, mostrar que a amamos e temos atenção com ela, mesmo ela hoje aparentemente não tendo “nada” para dar em troca, não pensamos nisso, esse pensamento não é Cristão, Jesus veio para os “pequenos, para os “doentes” e quero terminar com um lindo pensamento de Santa Teresinha: “Eu vejo em cada pessoa Jesus escondido”…

Essa é a grande chave da convivência e do amor incondicional, ver Jesus escondido em cada pessoa que passa em nossa vida, experimente você também!

Abraço fraterno,

Fabiana Paula

Anúncios

Declaração de 100 profissionais cientistas, médicos e de saúde mental americanos sobre o efeito do aborto nas mulheres

março 13, 2009

gravida

Oi gente! Continuando nossa reflexão em Defesa da Vida, trago até vocês um texto onde profissionais da saúde abordam os desastrosos efeitos do aborto nas mulheres que o praticam.

Ah, ainda sobre o caso que teve relevância nacional e internacional, segue abaixo dois links um do pronunciamento da CNBB e outro do Dr. Frei Antônio Moser, vale a pena vocês lerem!

Um forte abraço e um excelente fim de semana a todos!

Fraternalmente,

Fabiana.

http://noticias.cancaonova.com/noticia.php?id=272497

http://noticias.cancaonova.com/noticia.php?id=272466

A Suprema Corte dos Estados Unidos declarou (in Gonzales v. Carhart) que “é indiscutível que algumas mulheres venham a arrepender-se de sua escolha em abortar a vida de uma criança que elas próprias geraram e sustentaram… depressões graves e perda da auto-estima podem ocorrer”
Abortar é uma difícil e complexa decisão, por causar um profundo impacto na mulher, em sua saúde mental e bem-estar, na sua relação com a criança no útero, no seu relacionamento com o marido e/ou parceiro sexual, com outros membros da família, bem como com a sociedade em geral.
Como cientista, profissional médico ou de saúde mental, concordo, com as seguintes conclusões sobre o aborto:
OS FATOS
1) É comum que as mulheres experimentem sentimentos de raiva, medo, tristeza, ansiedade, sofrimento ou remorso depois de abortarem. A Suprema Corte dos Estados Unidos está correta em afirmar que “é indiscutível que algumas mulheres venham a arrepender-se de sua escolha em abortar a vida de uma criança que elas próprias geraram e sustentaram… depressões graves e perda da auto-estima podem ocorrer.” [1]
2) A reação das mulheres face a tais sentimentos varia consideravelmente, de acordo com suas habilidades emocionais e pré-existentes de lidar com o fato e poder conviver com ele. É inegável que há um significativo número de mulheres que sofrem danos devido ao aborto, e que não deveriam ser ignoradas pela classe médica, como igualmente significativo é o número de mulheres que passam a sofrer graves problemas físicos, mentais, ou traumas psicológicos em decorrência do aborto.
3) A conclusão de que existe uma conexão de causa e efeito entre aborto e problemas negativos é sustentada por três linhas independentes de evidências: (a) a auto-percepção das próprias mulheres, (b) profissionais de saúde mental que diagnosticaram com sucesso e trataram das reações pós-aborto, e (c) estudos, estatisticamente comprovados, que avaliam um grande número de fatores, e que têm sido publicados em revistas especializadas.
4) Há um significativo conjunto de pesquisa que demonstra que o aborto traz conseqüências danosas para as mulheres. Há evidências científicas definitivas que sustentam esta afirmação. As mais importantes evidências científicas, até agora, sugerem que um grande número de mulheres que decidem abortar sofre de sérios e persistentes sintomas de ansiedade, depressão, trauma, comportamento suicida, desordens do sono e distúrbios no abuso de substâncias. Tais evidências não devem ser escondidas por nenhuma razão, e deveriam ser informadas às mulheres como parte do processo antes do consentimento ao aborto. Pesquisas científicas sérias têm demonstrado que o aborto está estatisticamente associado a diversos problemas de saúde mental, em comparação a mulheres que não abortaram.

Fonte: www.portaldafamilia.org.br


Como fazer aborto, clínicas, remédios, etc.

março 12, 2009

feto-no-ventre-de-sua-mae

Bom dia povo de Deus!

Calma, não pensem que enlouqueci, coloquei esse tema de propósito, pois sei que serei muito acessada.

Fiz uma pesquisa e sabia que existem muitos sites que ensinam métodos e remédiospara abortar? descobri fazendo uma pesquisa sobre aborto e também sobre bioética, Todos nós sabemos que o aborto é uma prática proibida no Brasil e mesmo assim, circula livremente na internet blogs que ensinam e dão dicas de como abortar!

    Bem,  agora eu quero me dirigir a você que acessou meu blog e pensa em abortar. Vou partilhar um pouco daquilo que está no meu coração, eu também sou mãe!Por favor, continue lendo, recebi dois emails e vou postá-los como anônimos, mas quero que sirvam para você que está grávida e quer abortar.

 

Minha querida irmã, Paz e Bem!

Quero te dizer que não importa como você está, quais são as suas condições sócio-econômicas, quero lhe dizer que bebê que você espera no seu ventre é um presente de Deus! Mesmo que pareça um castigo, um peso para você, mas não é! É uma vida nova que está sendo gerada dentro de você, já pensou nisso? Você está colaborando com Deus, pois está emprestando seu corpo que é “Templo do Espírito”, para que uma nova vida seja gerada nele!

Querida, procure ajuda das pessoas que verdadeiramente te amam!

Procure ajuda religiosa, vá a uma Igreja Católica próxima de sua casa, procure a pastoral familiar, tenho certeza que você encontrará pessoas próximas que poderão te ajudar a levar adiante essa gravidez! Daqui a alguns anos, quando você ver com seus olhos seu filho, vai agradecer a Deus esse presente tão lindo que ele lhe deu. Um filho nunca é um peso, uma amarra aos seus pais, um filho é um lindo presente que ganhamos de Deus!

Leia abaixo trechos de dois emails que recebi sobre o assunto. Se você estiver pensando em abortar e quiser um conselho pode me escrever de forma anônima, quero muito ajudar todas as mulheres que estão nesse conflito a fazerem a escolha certa e optarem pela vida.

Por favor comentem sobre assunto:

1.      De Anônima para Fabiana Paula – Pessoas, não façam isso eu fiz e me arrependi muito estou enfrentando problemas psicológicos e uma depressão horrível.Imploro!!!! O melhor é assumir pode parecer que não mas por experiência é o melhor pelo amor de DEUS me escutem não faça nada para interromper por maiores que pareçam ser os motivos.É um ato muito marcante para a mulher se torna um trauma a vida perde o sentido quando vc percebe que foi homicida do seu próprio filho.

2.      De: Anônima – para Fabiana Paula – Estou com muito medo d estar grávida!
namoro faz pouco tempo … conversei muito com ele a respeito ..pois somos mto jovens…e minha familia não iria aceitar …principalmente meu pai !!!!…
ele não aceita o aborto d jeito nenhum ..e fala q é uma loucura abortar !!!..
não iria conseguir matar um anjinho que faz parte d mim …Deus sabe o q faz!!… o bb não pediu para ser gerado não é?
se fui mulher para fazer …agora sou mulher para criar …
é coisa de Deus….só pode!!!
gente pensa bem antes …dpois levará esse crime pro resto da vida
falou!


Quanto vale uma vida humana?

março 10, 2009

bebe-1

Sexta-feira passada ao ir para minha casa, me deparei com uma cena terrível. Um casal de irmãos tinham acabado de ser assassinados, no meio da rua, em plena tarde com um número grande de pessoas transitando. Os motivos reais do assassinato não sei, mas as testemunhas disseram que o assassino após a execução saiu calmamente na moto que estava, com outro dirigindo… Matou-os friamente sem dó nem piedade. Passei na rua( não tinha outro caminho…) e meu coração ficou partido. Fiquei pensando: Quanto vale uma vida humana, qual o valor de uma vida humana? Parece que está tudo banalizado e a vida não tem mais valor, mas é aí que nossos valores éticos e religiosos devem se tornar visíveis.

Eu não poderia deixar de citar aqui o caso polêmico da menina pernambucana que foi estuprada pelo padrasto e ficou grávida aos nove anos de idade.
Toda a sociedade civil ficou chocada com a notícia e muito se dizia a respeito do que se faria com a criança.
O nosso Bispo Dom José Cardoso Sobrinho se posicionou como sempre a Igreja se posiciona, a favor da vida. Suas palavras e a questão da excomunhão foram mal interpretadas e não foi Dom José que os excomungou, foram eles mesmos aos aceitarem fazer tais práticas.
Uma criança que estava no ventre com gêmeos, que faltava pouco mais de um mês para fazer uma cesariana (6 meses), foi forçada por pressões políticas a legalidade plena do aborto, a cometer um genocídio de duas crianças inocentes. Sabe-se de casos, no IMIP(Hospital pernambucano referência em atendimento a gravidez de risco) semelhantes, crianças com 10 anos de idade, em que aos 6 meses de gravidez a mãe fez cesariana tornando-a pré-matura e vive extremamente feliz hoje.

Mas, aonde quero chegar; no tema em questão: A vida humana, o aborto de inocentes, fico pensando, Porque não existem ONG’s de proteção a criança no ventre? ONG’s de defesa ao genocídio infantil.
Uma criança que nem se pode se defender!!!!!!!!!!!!!!!!!! Uma criança indefesa que não pode
lutar pela vida .
Lembro agora uma frase de Dom José Cardoso: “O mundo inteiro foi contra o holocausto, onde seis milhões de judeus foram mortos. O que está acontecendo é um holocausto silencioso, onde um milhão de crianças são vítimas de aborto no Brasil.”.

Vou continuar postando assuntos com relação a ética, e é claro a vida.
Lembremos da frase de Jesus: “Eu vim para que todos tenham vida e a tenham plenamente”.(Jo 10.10)
Fraternalmente,
Fabiana Paula.

Acessem também, o site abaixo e leiam na íntegra, a matéria do Padre da Cidade de Alagoinha:
http://www.cleofas.com.br/virtual/texto.php?oc=OPINIAO&id=opi0441