Ontem fui ao Carmelo

agosto 26, 2009

Oi gente!

Queria ter escrito antes para vocês, mas o dia hoje foi super- corrido. Ontem a tarde estive no Carmelo da Imaculada Conceição em Camarajibe, região metropolitana do Recife e pude conversar com minha amada madrinha de oração a Irmã Maria Angélica de Jesus Hóstia. Ela passou alguns meses no Carmelo de Cachoeiro do Itapemirim – ES e no de São Paulo – capital. Nosso encontro foi maravilhoso, colocamos as conversas em dia, falamos sobre alguns projetos que estamos idealizando, sobre música, composições e é claro, falamos de algo que nos é muito comum:  A DEVOÇÃO À NOSSA AMADA TERESINHA DE LISIEUX.

Ah como eu amo ouvir sobre ela, me identifico tanto com ela, com sua simplicidade e humildade(não que eu seja como ela, mas admiro-a muito!).

Partilhamos sobre a pequena via, esse lindo caminho espiritual deixado por Santa Teresinha, caminho versado na simplicidade, caminho reto, bem curto, o caminho dos pequenos e humildes.

A sinceridade é uma das coisas que mais me chama atenção em Santa Teresinha, ela sempre escreveu o que estava sentindo, sua humanidade, seus sentimentos, sua sensibilidade e sua profundidade em ver nas pequenas coisas e ação do Nosso Senhor, me faz ser apaixonada por ela.

Talvez ainda não tenha expressado muito no meu blog. Mas, já tenho esse propósito de partilhar mais com vocês da herança espiritual que ela nos deixou.

Bem, hoje trago até vocês uma linda oração, estou pedindo ao Senhor mais humildade, silêncio, uma vida de oração mais profunda. Essa oração tem me ajudade e espero que ajude a vocês também.

Santa Teresinha aos 22 anos.

Santa Teresinha aos 22 anos.

ORAÇÃO PARA OBTER A HUMILDADE

Oh Jesus! quando éreis peregrino sobre a terra, dissestes: “Aprendei de mim que sou manso e humilde de coração e encontrareis repouso para vossas almas”. Oh poderoso monarca dos céus, Sim, minha alma encontra repouso ao vos ver, revestido de forma e da natureza de escravo, rebaixado a ponto de lavar os pés de vossos apóstolos. Lembro-me,  então, dessas palavras que pronunciastes para me ensinar a praticar humildade: “Deixo-vos o exemplo para que façais, também vós, aquilo que eu fiz. O discípulo não é maior que o mestre… Se compreenderdes isto, sereis felizes em o praticardes”. Eu compreendo, Senhor, estas palavras saídas de vosso coração manso e humilde; quero praticá-las com o auxílio de vossa graça.

Oh, meu Amado! Como pareceis manso e humilde de coração sob os véus da branca hóstia! Para ensinar-me a humildade, não podeis abaixar-vos mais. Assim, para corresponder ao vosso amor, quero desejar que minhas irmãs me coloquem sempre em último lugar e persuadir-me, verdadeiramente, que este é o meu lugar.

Suplico-vos, meu Divino Jesus, que envieis uma humilhação cada vez que eu buscar sobressair-me às demais.

Sei , oh meu Deus, que humilhais a alma orgulhosa, mas dais uma eternidade de glória àquela que se humilha. Quero, pois, colocar-me na última fileira, condividir vossas humilhações para ter ‘parte convosco’ no reino dos céus.

Mas, Senhor, a minha fraqueza vos é conhecida… Todas as manhãs tomo como a resolução de praticar a humildade e ao findar do dia, reconheço ter cometido muitas faltas de orgulho. Diante disso, sou tentada a desanimar, mas sei que o desânimo também é orgulho. Quero, então, oh meu Deus, apoiar minha esperança somente em vós. Já que tudo podeis, dignai-vos fazer nascer em minha alma a virtude que desejo. Para obter essa graça de vossa infinita misericórdia, vou repetir-vos muitas vezes: OH JESUS MANSO E HUMILDE DE CORAÇÃO, FAZEI MEU CORAÇÃO SEMELHANTE AO VOSSO!”