Oração à Nossa Senhora Aparecida

outubro 12, 2013

Virgem Aparecida

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ó incomparável Senhora da Conceição Aparecida,
Mãe de Deus, Rainha dos Anjos,
Advogada dos pecadores,
refúgio e consolação dos aflitos e atribulados,
Virgem Santíssima,
cheia de poder e de bondade,
lançai sobre nós um olhar favorável,
para que sejamos socorridos por vós,
em todas as necessidades em que nos acharmos.
Lembrai-vos, ó clementíssima Mãe Aparecida,
que nunca se ouviu dizer
que algum daqueles que têm a vós recorrido,
invocado vosso santíssimo nome
e implorado a vossa singular proteção,
fosse por vós abandonado.
Animados com esta confiança,
a vós recorremos.
Tomamo-vos para sempre por nossa Mãe,
nossa protetora, consolação e guia,
esperança e luz na hora da morte.
Livrai-nos de tudo o que possa ofender-vos
e ao vosso Santíssimo Filho, Jesus.
Preservai-nos de todos os perigos
da alma e do corpo;
dirigi-nos em todos os assuntos espirituais e temporais.
Livrai-nos da tentação do demônio,
para que, trilhando o caminho da virtude,
possamos um dia ver-vos e amar-vos
na eterna glória, por todos os séculos dos séculos. Amém..

Anúncios

O correio de Nossa Senhora

maio 12, 2012

Olá  amigos, Paz e Bem!

Segue abaixo um texto bem legal do Padre Luizinho da Comunidade Canção Nova.

Leiam e que tal fazermos essa experiência?

Abraço fraterno,

Fabiana

Você conhece O correio de Nossa Senhora? Escreva uma carta para Virgem Maria!

O mês de maio é abençoado e rico da espiritualidade Mariana. Lembramos que a devoção do mês de Maio nos pode levar a vivermos mais intensamente a dignidade de homens e mulheres ressuscitados com Cristo durante o tempo pascal. Com Maria nos prepararemos para receber a força do Espírito em Pentecostes, que deseja formar em nós a imagem de Jesus Cristo, como Ele a realizou em Maria. Quero trazer para vocês uma dinâmica espiritual que Dom Bosco fazia nos oratórios para aproximar as crianças e os jovens de Maria mãe de Jesus, que nós da Canção Nova gostamos muito de fazer: O Correio de Nossa Senhora. É muito simples, mas encantador a resposta que obtemos através de Nossa Senhora. Era com essa simplicidade e pedagogia que Dom Bosco conquistava o coração da juventude para Deus.

No dia 24 de maio dia de Nossa Senhora Auxiliadora era uma grande festa no oratório de Dom Bosco, para promover a espiritualidade deste dia o dinamismo e inteligência do Santo amigo dos jovens criaram o Correio de Nossa Senhora, que se fundamenta numa carta que vou escrever para Nossa Senhora. Nela vou escrever o que eu quiser dizer para a mãe de Jesus e minha também, sobre minha vida, saúde, trabalho, pedidos e súplicas, vou abrir meu coração certo de que obterei a resposta. Confecciona-se uma caixa enfeitada com uma estampa da Virgem Maria com uma abertura encima para depositar as correspondências.

No dia de Nossa Senhora Auxiliadora no Oratório festivo celebrava-se a festa e queimavam-se todas as cartas, ninguém lia somente a Mãe do Senhor. Todos recebiam depois das mãos de Dom Bosco a Carta resposta de Maria preparada por ele para cada criança, enrolada como um pequeno diploma. Todas elas recebiam respostas claras e confortantes a respeito de seus pedidos e situações que relataram em suas cartas. É uma verdadeira experiência do amor de Deus manifestado na Pessoa de Sua mãe, não deixava de ser também um grande momento de ternura, cura e libertação pela intercessão de Maria.

Estamos no mês de maio e todos precisamos muito do colo da Mãe, de seus cuidados e de sua intercessão e quem não gostaria de conversar com a Mãe como os videntes de Fátima ou como Dom Bosco? Por isso, quero convidar você a realizarmos aqui no blog o Correio de Nossa Senhora. A caixa do correio será o Comentário do Blog, onde você fará seus pedidos e confidências à mãe de Jesus, com uma diferença, não será somente a Virgem Maria a ler a sua carta, terá uma rede de intercessores que lerão juntos comigo e rezarão por você, são mais de 45.000 comentários de irmãos que vão entrar nesta rede on-line. Será uma experiência linda de oração com Maria e com os irmãos do nosso blog e Podcast, que já são uma grande família. Você topa fazer comigo essa experiência?

Então vamos nos preparar:

1° – Reze ao Divino Espírito Santo e escreva a sua carta, abra o seu coração a Virgem Maria sobre tudo que você quiser;
2° – Deposite as correspondências na caixa que será os comentários do nosso blog;
3° – Com confiança converse com Maria todos os dias e espere a sua resposta.

No próximo dia 31 de maio dia da festa da Visitação de Maria a Isabel, veja neste blog e no Podcast a resposta de Nossa Senhora para você e uma consagração poderosa das famílias para que rezemos e consagremos o nosso lar a Maria, nossa mestra e nossa mãe. Com muito carinho nestes dias que antecedem a festa vou rezar e colher de Deus e do Coração Imaculado da mãe a resposta para você. Com certeza será surpreendente, resposta de Deus as suas aflições e pedidos, um balsamo para sua espiritualidade. É receita de Dom Bosco, simples e eficaz.

Oração de são Bernardo:

Lembrai-vos, ó piedosíssima Virgem Maria,
que jamais se ouviu dizer que algum daqueles
que têm recorrido à vossa proteção
implorado vosso socorro
E invocado vosso auxílio,
fosse por vós desamparado.
Animado, pois, com igual confiança,
a vós, ó Virgem entre todas singular,
como minha Mãe recorro; de vós me valho
e gemendo sob o peso dos meus pecados,
prostro-me as vossos pés.
Não desprezeis as minhas súplicas,
ó Mãe do Filho de Deus humanado,
mas dignai-vos de ouvi-las propícia
e de me alcançar o que vos rogo. Amém.

Ouça o Podcast deste conteúdo:http://podcast.cancaonova.com/programa.php?id=3302

Não esqueça, deixe sua carta aqui em Comentários no final da página do blog e seus pedidos de orações.

Rogai por nós santa mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo!

Minha benção fraterna.

Padre Luizinho, Com. Canção Nova.
Obs.: Dia 31 de maio Quinta-feira resposta de Nossa Senhora para você, aqui no blog e no Podcast.


As sete dores de Maria

abril 19, 2011

 

Olá pessoal!

Seguindo nesse clima de oração, nessa semana abençoada, quero lhes convidar a meditarmos juntos as sete dores de Nossa Senhora.

A devoção as dores de Maria é uma devoção muito antiga, vamos conhecer um pouco e mergulhar nessa espiritualidade?

Fiquem com Deus !

 

Foi o Papa Pio X que fixou a data definitiva de 15 de Setembro, conservada no novo calendário litúrgico, que mudou o título da festa, reduzida a simples memória: não mais Sete Dores de Maria, mas menos especificadamente e mais oportunamente: Virgem Maria Dolorosa. Com este título nós honramos a dor de Maria aceita na redenção mediante a cruz. É junto à Cruz que a Mãe de Jesus crucificado torna-se a Mãe do corpo místico nascido da Cruz, isto é, nós somos nascidos, enquanto cristãos, do mútuo amor sacrifical e sofredor de Jesus e Maria. Eis porque hoje se oferece à nossa devota e afetuosa meditação a dor de Maria. Mãe de Deus e nossa.

A devoção, que precede a celebração litúrgica, fixou simbolicamente as sete dores da Co-redentora, correspondentes a outros tantos episódios narrados pelo Evangelho: a profecia do velho Simeão, a fuga para o Egito, a perda de Jesus aos doze anos durante a peregrinação à Cidade Santa, o caminho de Jesus para o Gólgata, a crucificação, a Deposição da cruz, a sepultura, portanto, somos convidados hoje a meditar estes episódios mais importantes que os evangelhos nos apresentam sobre a participação de Maria na paixão, morte e ressurreição de Jesus.

Vamos nós, cristãos, pedir auxílio à Rainha dos Mártires, para que nos mantenha afastados do pecado, e nos dê força, auxílio e paciência para levarmos a nossa Cruz.

As Promessas aos devotos de Nossa Senhora das Dores

Santa Brígida diz-nos, nas suas revelações aprovadas pela Igreja Católica, que Nossa Senhora lhe prometeu conceder sete graças a quem rezar cada dia, sete Ave-Marias em honra de suas principais “Sete dores” e Lágrimas, meditando sobre as mesmas.

Eis as promessas:

1ª – Porei a paz em suas famílias.

2ª – Serão iluminados sobre os Divinos Mistérios.

3ª – Consolá-los-ei em suas penas e acompanhá-los-ei nos seus trabalhos.

4ª – Conceder-lhes-ei tudo o que me pedirem, contanto que não se oponha à vontade de meu adorável Divino Filho e à santificação de suas almas.

5ª – Defendê-los-ei nos combates espirituais contra o inimigo infernal e protegê-los-ei em todos os instantes da vida.

6ª – Assistir-lhes-ei visivelmente no momento da morte e verão o rosto de Sua Mãe Santíssima.

7ª – Obtive de Meu Filho que, os que propagarem esta devoção (às minhas Lágrimas e Dores) sejam transladados desta vida terrena à felicidade eterna, diretamente, pois ser-lhe-ão apagados todos os seus pecados e o Meu filho e Eu seremos a sua eterna consolação e alegria.

Santo Afonso Ligório nos diz que Nosso Senhor Jesus Cristo prometeu, aos devotos de Nossa Senhora das Dores as seguintes graças:

Eis as Graças:

1ª – Que aquele devoto que invocar a divina Mãe pelos merecimentos de suas dores merecerá fazer antes de sua morte, verdadeira penitência de todos os seus pecados.

2ª – Nosso Senhor Jesus Cristo imprimirá nos seus corações a memória de Sua Paixão dando-lhes depois um competente prêmio no Céu.

3ª – Jesus Cristo guardá-los-á em todas as tribulações em que se acharem, especialmente na hora da morte.

4ª – Por fim os deixará nas mãos de sua Mãe para que deles disponha a seu agrado, e lhes obtenha todos e quaisquer favores.

 E agora vejamos juntos o vídeo com as 7 dores de Maria

 


Hoje é teu dia Maria!

setembro 8, 2010

Ícone grego da Natividade de Maria

Oi queridos e queridas em Cristo Jesus!  

Hoje é uma data especial para nós cristãos, pois é a data em que comemoramos a natividade da Mãe de Nosso Deus amado Jesus.  Quero então partilhar com vocês um texto muito bonito tirado do site: http://www.ecclesia.com.br/sinaxe/natividade_maria.html 

  “Tua natividade, ó Mãe de Deus, 
anunciou a alegria ao mundo inteiro; 
Pois de ti nasceu o sol da justiça, o Cristo nosso Deus, 
o qual, abolindo a maldição, nos deu a bênção, 
e destruindo a morte, deu-nos a vida eterna”.  
 

 A festividade do nascimento da Mãe de Deus tem provavelmente sua origem em Jerusalém, em meados do século V. Porque foi em Jerusalém que se manteve viva a tradição que a Virgem teria nascido junto à Porta da Piscina Probática.  Fazendo uso desta referência, encontramos citações de São João Damasceno em sua Homilia sobre a Natividade de Maria: “Hoje é o começo da salvação do mundo, porque na Santa Probática foi-nos gerada a Mãe de Deus através de quem o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo, nos foi gerado.” 

 Considerado o nascimento de Maria como o início histórico da obra da Redenção, o Calendário Litúrgico Bizantino abre suas portas festejando o nascimento da Virgem: “A celebração de hoje é para nós o começo de todas as festas”. 

 Maria é apresentada pela Liturgia como a “Virgem bela e Gloriosa” que Deus amou com predileção deste a sua eternidade desde toda a Criação como sua obra-prima, enriquecida das graças mais sublimes e elevada à excelsa dignidade de Mãe de Deus e de Bem-aventurada Virgem. 

Segundo o espírito da Igreja, devemos celebrar a Festa da Natividade com santa Alegria, porque o nascimento de Maria é a aurora de nossa salvação. Com o seu nascimento é anunciado ao mundo a boa nova: a mãe do Salvador já está entre nós. 

«Alegrem-se, portanto, os Patriarcas do Antigo Testamento que, em Maria, reconheceram a figura da Mãe do Messias. Eles e os justos da Antiga Lei aguardavam a séculos, serem admitidos na glória celeste pela aplicação na fé dos méritos de Cristo, o bendito fruto da Virgem Maria . Alegrem-se todos os homens porque o nascimento da Virgem veio anunciar-lhes a aurora do grande dia da libertação pela qual aspiram todos os povos. Alegrem-se todos os anjos porque neste dia foi-lhes dada pela primeira vez a ocasião de reverenciar a sua futura Rainha.  Visivelmente, nenhum acontecimento extraordinário acompanhou o nascimento de Maria e os Evangelhos nada dizem sobre sua natividade. Nenhum relato de profecia, nem aparições de anjos, nem sinais extraordinários são narrados pelos Evangelistas. Só no Céu houve Festa, pois o Filho de Deus vê sua Mãe nascer. Na vida da Virgem Maria a ordinariedade dos fatos sempre lhe acompanhou. Aquela que vivia o seu cotidiano de maneira despercebida aos olhos dos homens dá à Luz o Salvador. A humildade também lhe era característica pois ela sendo Rainha apresentou-se sempre como serva obediente. Tem-se poucos registros históricos da cidade onde nascera Maria , mas por ser conhecida como “A Virgem de Nazaré”, intui-se que foi lá que Joaquim e Ana (avós de Jesus) receberam de Deus a pequena Maria.   

O mundo continuou seu curso dando importância a outros acontecimentos que depois seriam completamente esquecidos. Para Deus a grandeza dos fatos não está na proporção dos aplausos que o mundo lhe oferece, mas na serenidade de sua aceitação cumprindo a sua vontade. Com freqüência as coisas importantes para Deus passam despercebidas aos olhos dos homens. Cresceu como todas as jovens, mas se distinguia por ser toda de Deus, guardando tudo em seu coração”. A sua vida ,tão cheia de normalidade, ensina-nos a agir em tudo com olhos postos em Deus numa perpétua oferenda ao Senhor.Maria é a aurora que preconiza a vinda Sol, o Sol da justiça que traz à luz aqueles que estão nas trevas do pecado.