QUEM FOFOCA DESFOCA!

janeiro 30, 2013

Image

“Qual é o homem que deseja a vida…?”

“È aquele que guarda sua língua do mal e seus lábios da falsidade”.

(Salmo 34.13-14)

Essa semana vi essa frase e fiquei meditando na sabedoria de quem a escreveu. Pensando no que seria algo desfocado.

Segundo o dicionário informal on-line, “desfocar” significa: Tirar a atenção, querer omitir algo, Tirar do foco; manter fora das atenções principais.

Realmente a fofoca macula, mancha e embaça qualquer tipo de relacionamento. Em minha caminhada tenho me deparado com situações e momentos propícios para a fofoca. Sabe quando nos sentimos injustiçados, sabe quando bate aquela inveja do sucesso do outro, do crescimento do outro e quando achamos que nós é que deveríamos estar desfrutando daquela alegria. Sabe quando alguém está feliz e nós infelizes e quando nossas frustrações vem a tona. Daí não aguentamos e começamos a “detonar” com o outro. Sabe quando a alegria do outro está incomodando, daí encontramos defeitos, procuramos imperfeições e com certeza uma das coisas mais tristes é se alegrar com a queda do outro e se entristecer com suas vitórias.

A fofoca “desfoca”, porque tira nosso foco, nos faz querer o mal do outro. Quantos casamentos, relacionamentos, amizades de longos anos foram desfeitas por Palavras venenosas que trouxeram discórdia e semearam o joio.

A ausência é amiga da fofoca e quando o outro não está para se defender é muito fácil dizer o que quiser. Tem um ditado que diz: “Toda ausência é atrevida”. Tem coisa mais feia do que falar pelas costas coisas negativas, denegrir a imagem do outro? Para mim, essa é pior morte, quando matamos a honra, a moral e os princípios do outro, sem a mínima possibilidade de defesa.

Quem crê em Deus e ama seus mandamentos, sabe muito bem que nossa boca foi feita para o louvor, adoração, para construir e edificar. Uma grande prova que somos realmente de Deus é quando nas mínimas coisas damos testemunhos em nossa vida, quando nos afastamos dos lábios mentirosos e difamadores, quando não damos ouvido a palavras que desmoralizam o outro, quando não alimentamos conversas maliciosas, quando não propagamos “estórias” da vida dos outros.

Engraçado que tem gente ganhado dinheiro com a vida alheia. Seriam os fofoqueiros “profissionais”? programa de TV, revistas, sites que lucram com os fatos da vida dos outros. Grande perda de tempo, mas parece que tem muita gente que esquece de sua vida e se importa e gasta seu tempo precioso e seu dinheiro interessada na vida alheia.

Pense nisso, quando for abrir sua boca: Imagine se suas palavras irão construir ou destruir, edificar ou derrubar, gerar vida ou morte. Se não valer a pena o que vai dizer, fique em silencio, se não tiver palavras boas não fale nada. Retire-se e ore!!!!

Abraço fraterno,
Fabiana Paula

Quem fofoca testemunha em essência,
Que não crê na Onisciência,
Pois age como se de testemunha houvesse ausência
Para seguro difundir sua maledicência. (Gilberto Ventura)

Anúncios