São Padre Pio, Rogai por nós!

setembro 23, 2010

Bom dia povo de Deus!

Hoje é uma data muito especial, pois comemoramos no dia 23 de setembro,o dia de São Padre Pio de Pietrelcina, um sacerdote capuchinho que recebeu de Deus vários dons que foram usados a serviço do povo de Deus.

Padre Pio recebeu as 5 chagas de Jesus, primeiro as chagas “invisíveis”, depois visíveis, tinha o dom da bilocação, o dom da ciência, confessa mais de 14 horas por dia, atendia seus filhos espirituais por cartas e tinha um amor grande por Maria. Amava adorar Jesus eucarístico e as suas missas muitas vezes duravam horas…

Foi muito perseguido e caluniado, mas manteve sempre a obediência a Deus e à Igreja.

Ele prometeu aos seus filhos espirituais graças especiais e proteção,ele mesmo disse:

“Estarei à porta do céu, até que o último de meus filhos espirituais chegue”.

Deixo agora, uma linda oração que ele amava fazer e podemos hoje, rezar também, pedindo bênçãos a Deus e a intercessão a Padre Pio.

Abração fraterno,

Fabiana Paula

FICA COMIGO

Fica comigo, Senhor, pois preciso da tua presença para não te esquecer. Sabes quão facilmente posso te abandonar.

Fica comigo, Senhor, porque sou fraco e preciso da tua força para não cair.

Fica comigo, Senhor, porque és minha vida, e sem ti perco o fervor.

Fica comigo, Senhor, porque és minha luz, e sem ti reina a escuridão.

Fica comigo, Senhor, para me mostrar tua vontade.

Fica comigo, Senhor, para que ouça tua voz e te siga.

Fica comigo, Senhor, pois desejo amar-te e permanecer sempre em tua companhia.

Fica comigo, Senhor, se queres que te seja fiel.

Fica comigo, Senhor, porque, por mais pobre que seja minha alma, quero que se transforme num lugar de consolação para ti, um ninho de amor.

Fica comigo, Jesus, pois se faz tarde e o dia chega ao fim; a vida passa, e a morte, o julgamento e a eternidade se aproximam. Preciso de ti para renovar minhas energias e não parar no caminho.

Está ficando tarde, a morte avança e eu tenho medo da escuridão, das tentações, da falta de fé, da cruz, das tristezas. Oh, quanto preciso de ti, meu Jesus, nesta noite de exílio.

Fica comigo nesta noite, Jesus, pois ao longo da vida, com todos os seus perigos, eu preciso de ti.

Faze, Senhor, que te reconheça como te reconheceram teus discípulos ao partir do pão, a fim de que a Comunhão Eucarística seja a luz a dissipar a escuridão, a força a me sustentar, a única alegria do meu coração.

Fica comigo, Senhor, porque na hora da morte quero estar unido a ti, se não pela Comunhão, ao menos pela graça e pelo amor.

Fica comigo, Jesus. Não peço consolações divinas, porque não as mereço, mas apenas o presente da tua presença, ah, isso sim te suplico!

Fica comigo, Senhor, pois é só a ti que procuro, teu amor, tua graça, tua vontade, teu coração, teu Espírito, porque te amo, e a única recompensa que te peço é poder amar-te sempre mais.

Como este amor resoluto desejo amar-te de todo o coração enquanto estiver na terra, para continuar a te amar perfeitamente por toda a eternidade.

Amém


setembro 24, 2008

Nestes 9 dias que passamos fazendo a novena de Padre Pio, foram muitas as graças alcançadas, ontem recebi duas graças a 1° foi pela saúde de meu filho João Pedro, ele pegou uma chave e enfiou na tomada, enfiou até o fim e não aconteceu absolutamente nada! E não sofreu choque elétrico, mas sei que foi a mão de Deus e a intercessão de Padre Pio, pois João Pedro é filho espiritual de Padre Pio, desde o ventre materno. O testemunho do nascimento de João Pedro é lindo, em outra ocasião eu postarei para vocês.

Tenho lido bastante sobre a vida de Padre e pesquisando na internet vi que muitos mesmo depois de tantos sinais, milagres e um testemunho tão lindo de vida ainda dizem coisas horríveis sobre o Padre Pio. Fiquei chocada ao ler em sites italianos comentários de pessoas sem fé, sem Deus no coração blasfemando contra Deus e contra a vida santa que teve o Padre Pio. Vamos rezar por todos que zombam e difamam a imagem dele, pois sabemos que muitos são os que o amam e sabemos que verdadeiramente a vida do Padre Pio foi de muita oração e obediência. Essa foi a raiz de sua santidade: SUA OBEDIÊNCIA. Ele foi obediente até o último dia de sua vida, por isso teve uma vida irrepreensível. Sou muito feliz por ser filha espiritual.

O outro testemunho é que há alguns dias uma pessoa que eu amo muito, estava chateada comigo e estava me evitando. Eu estava muito triste por isso, pois nós que somos de Jesus não podemos estar em desacordo, temos que perdoar e pedir perdão, somos fracos, falhos, mas o Espírito Santo nos dá a força necessária para mesmo diante da nossa humanidade, termos a decisão de amar e perdoar sempre.

Fiz a novena nessa intenção também e outra a tarde no dia de Padre Pio, último dia da novena, recebi a graça de poder encontrar-me com essa pessoa, conversar abrir o coração, pedir perdão e perdoar. Foi um momento de muita graça a crescimento mútuo. Fiquei felicíssima pois vi que perdão cura, salva, liberta e que ao perdoar somos agraciados por Deus com uma leveza no coração e na alma. Perdoar nos liberta!!!

Por isso, eu convido você que ainda tem mágoas e rancores no coração a libertar-se de tudo isso, fazer o propósito de perdoar ou pedir perdão, ou fazer as duas coisas, mesmo se você não errou, foi o outro, mas você não pode ser escravo desse sentimento negativo. Não deixe o inimigo fazer a festa, gostar do que está acontecendo com você. Diga como Padre Pio: VIVA JESUS! E mande o inimigo para bem longe e procure aqueles que você tem mágoa e viva uma vida como verdadeiro filho de Deus. Peça ao Senhor para lhe dar forças e colocar e colocar essa pessoa no seu caminho, proporcionando uma ocasião de encontro e perdão!

LOUVADO SEJA NOSSO SENHOR JESUS CRISTO, PARA SEMPRE SEJA LOUVADO!

Em Cristo Jesus,

Fabiana.

Agora um pequeno resumo do que aconteceu ontem em São Giovanni Rotondo.   

Ontem a cidade italiana de San Giovanni Rotondo foi marcada pó uma intensa programação, comemorando os  40 anos da morte de São Pio da Pietrelcina.

As celebrações começaram na segunda-feira, com a Liturgia da Acolhida, que foi feita pelo frade Carlo Laborde, guardião do Convento dos Capuchinhos, às 18h. Em seguida, o ministro da Província Religiosa Sant’Angelo, frade Aldo Broccato, presidiu a oração das Vésperas, às 19h.

O programa das comemorações prosseguiu com o Santo Rosário, que foi recitado na presença do reitor da Igreja São Pio da Pietrelcina, frade Francesco Dileo. Um dos pontos altos foi a adoração da cruz, que começou às 22h e foi presidida pelo Arcebispo de Manfredonia, Vieste e San Giovanni Rotondo, Dom Domenico Umberto D’Ambrosio.

Uma Missa solene encerrou as festividades às 00h15min. Neste ano, além do 40º aniversário da morte de Padre Pio, é celebrado o 90º ano do aparecimento dos estigmas. A festa foi encerrada na tarde da terça com uma procissão da estátua de São Padre Pio pelas ruas de San Giovanni Rotondo.

“Você nunca se deverá queixar das ofensas, não importa donde elas vêm, enquanto se deve lembrar daquele Jesus que era saturado com infâmia da malícia dos homens que Ele tinha ajudado. 
Você deverá desculpar todo o mundo com caridade cristã, enquanto deverá manter diante de seus olhos o exemplo do Mestre divino que perdoou aqueles que o crucificaram, até mesmo antes do Pai”. (Padre Pio)

  

 

 

 

 

 


FESTA DE SÃO PADRE PIO – 9° DIA DA NOVENA

setembro 23, 2008

 

Bom Dia meus amados irmãos e irmãs em Cristo Jesus!

Hoje nosso coração está em festa pois comemoramos a FESTA DE SÃ PADRE PIO. Em todas as partes do mundo temos celebrações em honra de Padre Pio. Nosso coração está em festa pois passamos esses nove dias em preparação a grande solenidade de hoje.

Quero agradecer a todos os que se uniram a mim em oração, mandaram seus pedidos de oração, tivemos até a presença de uma irmã da Espanha e outra da Itália. Além de centenas que acessaram o blog e que de alguma forma beberam da espiritualidade de Padre.

Tenham certeza que nossa novena não foi em vão, vocês colherão muitos frutos e espero receber os testemunhos das graças alcançadas.

Também quero dizer que ainda tenho muito a falar sobre o Padre Pio e aos poucos vou partilhando mais sobre a vida e os testemunhos.

Um forte abraço a todos e que são Padre interceda por todas as nossas necessidades.

Em Cristo Jesus,

Fabiana Paula.

Hoje veremos sobre duas grandes iniciativas do Padre Pio: O hospital Alívio do Sofrimento e os grupos de oração.

Boa leitura e não se esqueça de fazer seus pedidos de oração, clicando em comentários.

Um dos hospitais mais importantes da Itália, pela sua extensão e equipamentos de última geração, encontra-se em San Giovanni Rotondo. A Casa Alívio do Sofrimento, fundada há 50 anos por padre Pio, é uma verdadeira casa de acolhimento.

Padre Pio amava definir o hospital Casa Alívio do Sofrimento como “a pupila dos meus olhos”. No dia 05 de maio de 1956, em ocasião do discurso de inauguração, ao fim de um longo caminho de obstáculos de diversos gêneros, o Santo de Pietrelcina, visivelmente comovido e feliz, dizia ao grande número de pessoas que estavam presentes:

“Senhores e irmãos em Cristo, a Casa Alívio do Sofrimento está pronta. Agradeço aos benfeitores que, de diversas parte do mundo, colaboraram. Esta é uma criatura que a Divina Providência, com a ajuda de vocês, criou.”

Era a realização de um sonho por ele cultivado, desde há muito tempo, depois de ter visto a triste situação de tantos doentes que, naqueles anos dolorosos da guerra e de pós-guerra, não tinham assistência adequada. As crônicas nos dizem que padre Pio já tinha pensado em criar um hospital em 1940, chamando-o, na época de seu projeto, de “Casa Alívio do Sofrimento”, mas a declaração de guerra de 10 de junho de 1940 impediu tudo. Só em 1946 ele pôde constituir a sociedade encarregada de iniciar os trabalhos. A princípio, foi inaugurada com 300 leitos. Hoje, o hospital já possui 1000 leitos e, a cada dia, surgem outras necessidades.

O padre de Pietrelcina quis colocar no hospital os melhores materiais de construção. As paredes todas são decoradas com mosaicos manuais feitos um a um pelas mulheres da região. Há pilares de mármore com diversas cores, imagens sacras, capelas, flores e quadros. Este conjunto artístico gera a sensação de bem-estar, tornando-o, de fato, uma casa para o doente em tratamento.

Hoje, o hospital atende cerca de 50 mil pacientes de diversas partes da Itália em busca do alívio de suas dores. Eles recebem não apenas o atendimento médico, mas a atenção e o amor de todos aqueles que lá trabalham.

Informações Gerais sobre os “GRUPOS DE ORAÇÃO” instituídos por PADRE PIO

Padre Pio recomendava a todos que rezassem sempre. Seus filhos e filhas espirituais começaram a reunir-se para rezarem juntos e, assim, surgiram grupos espontâneos de fiéis ligados ao hospital fundado por Padre Pio: a “Casa Sollievo della Sofferenza”. Padre Pio aconselhava, dirigia e estabelecia os critérios precisos para esses grupos, que deviam seguir meticulosamente sua orientação.

A sede do “Centro dos Grupos de Oração” fica na “Casa Sollievo della Sofferenza”, em San Giovanni Rotondo – Itália.

O “Centro dos Grupos de Oração” cuida de tudo o que se refere à formação de novos “Grupos de Oração”, verificando que tudo esteja rigorosamente de acordo com o Estatuto.

O “Centro dos Grupos de Oração” recebe os relatórios de atividades e notícias relativas aos “Grupos de Oração” do mundo todo e se mantém em constante contato com todos os “Grupos de Oração”: assiste-os em suas iniciativas, fornece-lhes informações e publicações, encoraja-os e orienta-os. Além disso, envia-lhes instruções e informações, mediante circulares periódicas. O Diretor Geral dos “Grupos de Oração” está sempre atento a tudo o que diz respeito a seus problemas de organização e suas iniciativas.

Segundo dados estatísticos do “Centro dos Grupos de Oração”, existem no mundo todo 2156 “Grupos de Oração” regularmente registrados. Nesse número não estão incluídos os “Grupos de Oração” ainda em formação. No Brasil há quatro “Grupos de Oração” (em Brasília, no Rio de Janeiro e em São José do Rio Preto).

Basicamente, para se constituir um “Grupo de Oração” é necessário um grupo de fiéis que queira reunir-se para uma oração comunitária e um sacerdote que os oriente com a aprovação do Bispo; que se reúna numa igreja periodicamente ao menos uma vez por mês, sempre em dia fixo, para assistir à missa, rezar, meditar e escutar a palavra de Deus.

Os “Grupos de Oração” são chamados a fazer caridade de forma eficaz e atuante para alívio dos sofredores e necessitados, como ação prática de amor a Deus; e a cuidar de sua formação espiritual, aprofundando-se na doutrina católica.

Para ainda maior benefício da formação espiritual dos “Grupos de Oração”, além dos encontros mensais são também propostos outros encontros entre os Grupos.

A família espiritual envolvida em oração pela devoção a Padre Pio é tão grande que abrange sacerdotes, religiosas e leigos de todas as idades.

O novo Estatuto dos “Grupos de Oração”, aprovado pela Santa Sé em 3 de maio de 1986, reafirma a finalidade e os princípios básicos assinalados por Padre Pio a seus “Grupos de Oração” desde o início de sua constituição.

Os “Grupos de Oração” devem distinguir-se por sua fidelidade à Igreja, ao Papa, aos Bispos; pela formação cristã integral e pela vida de oração; pela caridade generosa com os sofredores, segundo a orientação de Padre Pio.  A estrutura organizacional, em plena harmonia com a estrutura hierárquica da Igreja, e com a presença absolutamente necessária do Sacerdote Diretor Espiritual, nomeado pelo Bispo, garante a formação e a adesão doutrinária do “Grupo de Oração” às diretivas do magistério da Igreja.

O certificado de adesão ao “Centro dos Grupos de Oração” na “Casa Sollievo della Sofferenza”, é o sinal externo da união do “Grupo de Oração” ao “Centro dos Grupos de Oração” instituído por Padre Pio, ao qual todos os “Grupos de Oração” devem enviar periodicamente um relatório de suas atividades, de modo que possa ser redigido um relatório geral anual.

Essa ligação especial com a Santa Sé e com o Santo Padre constitui um constante compromisso da Direção Geral dos “Grupos de Oração” de atuar em plena conformidade com a orientação do Santo Padre.
Fonte: http://www.padrepiogroup.com/
 
INFORMAÇÕES ADICIONAIS:
Para informações adicionais sobre os “Grupos de Oração”, escreva-nos ou dirija suas perguntas específicas diretamente ao “Centro dos Grupos de Oração” da “Casa Sollievo della Sofferenza” em San Giovanni Rotondo, no seguinte endereço:

Centro Gruppi di Preghiera (Centro dos Grupos de Oração)
Casa Sollievo della Sofferenza
Viale Cappuccini
71013 San Giovanni Rotondo (Foggia)

Italia

telefone: (39) (0882) 410-252

official website: www.operapadrepio.it

Novena 9° Dia

Humilde Padre Pio de Pietrelcina, Tu que és verdadeiramente amado pela Santa Madre Igreja; Roga à Deus, Nosso Senhor, ao Senhor das messes, para que mande trabalhadores a sua santa obra, e dê a cada um deles segundo o seu santo trabalho; De maneira que tenhamos no mundo, sacerdotes santos; Que estes obtenham a força e a inspiração divina. Ao mais, nós te rogamos à intercessão junto a Santíssima Sempre Virgem Maria; Para que conduza todos os homens a uma unidade de cristãos, reunidos na grande casa de Deus; Para que a Santa Igreja seja o Farol de luz e salvação, neste mar de tempestades que é a vida de hoje.

« Sempre se mantenha unido a Santa Igreja Católica, porque somente ela pode salvar-te, porque somente ela possui o Jesus Sacramentado, que é o verdadeiro príncipe da paz». Padre Pio

O que Deus fez através da intercessão do Padre Pio na sua vida? Clique em comentários e deixe seu testemunho.

 COROA AO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

1 – Ó meu Jesus, que dissestes: “Em verdade vos digo, pedi e recebereis, procurai e achareis, batei e ser-vos-á dado!” Eis que bato, procuro e peço a graça… Pai Nosso Ave Maria e Glória. Sagrado Coração de Jesus, confio e espero em vós!

2 – Ó meu Jesus, que dissestes: “Em verdade, vos digo, qualquer coisa que pedis ao meu Pai em meu nome, Ele vo-lo concederá!” Eis que ao Vosso Pai, em Vosso nome, eu vos peço a graça… Pai Nosso Ave Maria e Glória. Sagrado Coração de Jesus, confio e espero em vós!

3 – Ó meu Jesus, que dissestes: “Em verdade, vos digo, passarão o céu e a terra, mas as minhas palavras jamais passarão!” Eis que, apoiado na infalibilidade das Vossas santas palavras, eu Vos peço a graça… Pai Nosso Ave Maria e Glória. Sagrado Coração de Jesus, confio e espero em vós!  

Oração: Ó Sagrado Coração de Jesus, a quem uma única coisa é impossível, isto é, a de não ter compaixão dos infelizes, tende piedade de nós, míseros pecadores, e concedei-nos as graças que Vos pedimos por intermédio do Coração Imaculado da Vossa e nossa terna Mãe. São José, Amigo do Sagrado Coração de Jesus, rogai por nós.

Rezar a Salve Rainha.

Pai Nosso Ave Maria e Gloria ao Pai.

 


Novena de Padre Pio – 5° Dia

setembro 19, 2008

Olá Amados, vamos ao nosso quinto dia…

O dia da festa está chegando e a cada dia aumentam o número dos que se colocam sob os cuidados do Padre Pio.

Hoje veremos mais um dom do Padre Pio: ELE CONVERSAVA E TINHA EXPERIÊNCIAS COM O SEU ANJO DA GURDA E O ANJO DA GUARDA DOS OUTROS IRMÃOS.

Deus abençoe a todos.

Em Cristo Jesus pela intercessão de Padre Pio,

Fabiana Paula

Clique em comentários e deixe seu pedido, sua intenção de oração.

VAMOS AOS TESTEMUNHOS

 

O Padre Linio contou que estava rezando ao meu anjo da guarda para que interviesse e falasse ao Padre Pio em favor de uma senhora que estava muito mal. Porém parecia que as coisas não mudavam em anda. Encontrei o Padre Pio e disse: Padre pedi a meu Anjo da Guarda que pedisse ao senhor por aquela senhora. É possível que não tenha feito? Respondeu o Padre Pio: E tu o que crês? Que ele seja desobediente como tu e eu?

 

Um ítalo-americano que viveu na Califórnia, freqüentemente pedia a seu Anjo da Guarda, que por piedade levasse um importante recado ao Padre Pio. Um dia depois da confissão, ele falou na igreja com Padre Pio, perguntando se o Anjo da Guarda havia lhe dado o recado. O Padre Pio respondeu: Tu crês que sou “surdo”? E o Padre Pio repetiu o que ele há poucos dias antes havia dito ao seu Anjo da  Guarda.

 

Um advogado de Fano, Itália estava regressando à sua casa em Bolonha. Ele estava dirigindo seu veículo que era modelo Fiat 1100. No carro encontravam-se sua mulher e seus dois filhos. Num certo momento, sentindo-se cansado, o advogado foi substituído no volante pelo seu filho mais velho, Guido, o qual se encontrava dormindo. Após alguns quilômetros perto de San Lázaro, também o filho dormiu. Quando acordou deu-se conta que se encontrava a um par de quilômetros do povoado de Imola. Assustado ele gritou: – “Quem havia dirigido o carro? Tinha-lhes acontecido algo… Não – responderam todos. O filho mais velhos despertou e disse que havia dormido profundamente. A mulher e o filho mais novo, incrédulo e maravilhado, disseram haver percebido um modo de dirigir o carro diferente do usual: às vezes o carro esteve a ponto de se chocar com outros veículos, porém na última hora, não acontecia devido a manobras perfeitas. Também a maneira de fazer as curvas era diferente. “Sobre tudo”disse a mulher não colidimos pelo fato de vocês estarem dormindo o tempo todo, não respondendo as nossas perguntas. Disse o marido: “Eu não pude contestar porque adormeci”. Entretanto quem tinha conduzido o automóvel? Que havia impedido os acidentes?… Alguns meses depois o advogado foi a San Giovanni Rotondo e o Padre Pio quando o viu, apoiando sua mão no ombro dele, disse: “Tu ficastes dormindo e o Anjo da Guarda conduziu o veículo”. O mistério foi revelado.

 

Uma filha espiritual do Padre Pio estava caminhando para o Convento em uma estrada pelo campo. O padre Pio a esperava no Convento dos Capuchinhos. Eram dias de inverno e nevava, o que dificultava caminhar. Ao longo do caminho ela acreditava que não conseguiria chegar até o Convento na hora marcada. Cheia de fé, ela rogou ao seu anjo da guarda para que avisasse a Padre Pio que chegaria atrasada para o seu compromisso, devido ao mal tempo. Chegando ao Convento ela constatou com grande alegria que o monge a aguardava em uma janela, da qual ele lhe sorriu, cumprimentando-a.

 

Uma mulher estava sentanda em um quarto do Convento dos Capuchinhos. A Igreja estava fechada. Era tarde. A mulher rezava em seu íntimo, e repetia com seu coração: “Padre Pio, me ajude! Anjo da guarda, por favor, vá dizer para pai Pio que me ajude, caso contrário minha irmã morrerá! “Da janela sobre ela, veio a voz do padre Pio: “Quem está me chamando? Qual é o problema?” A mulher admirada contou sobre a doença de sua irmã e Padre Pio, foi ao encontro da mulher doente e a curou.

 

Um homem contou para Pai Pio: Eu não posso vir vê-lo freqüentemente. Meu salário não me permite tais viagens longas e caras. Pai Pio respondeu: Quem lhe disse que você precisa vir aqui? Você tem seu Anjo da guarda, não o tem? Você conte o que você quer, o envia aqui, e você terá a resposta!

 

Uma das crianças espirituais de Padre Pio, disse: Pai Pio é tão piedoso, sempre escuta aqueles que o chamam. Uma noite, um grupo de amigos que chegara a pouco a St. Giovanni Rotondo, estavam falando da pessoa do Padre Pio e ingenuamente começaram a enumerar perguntas que queriam fazer para ele e pediram a seus anjos que levassem os pedidos ao padre o mais cedo possível. No dia seguinte depois da Santa Missa, padre Pio lhes reprovou: – Vocês não me deixaram tranqüilo a noite passada! Mas o sorriso de padre Pio, desmentia suas palavras. Nisso eles viram que o frade lhes tinha atendido.

 

Invoque o seu Anjo da guarda, pois ele te iluminará e te guiará no caminho de Deus. Deus o deu a você. Então o use. 

 

Envie-me seu Anjo da guarda, porque ele não paga ingresso no trem e nem consome seus sapatos.

 

Para todas as pessoas que vivem há um Anjo da guarda. Por isso ninguém se encontra sozinho.

 

 

5° Dia

Prudentíssimo Padre São Pio de Pietrelcina. Tu que tanto amas e nos ensinastes a amar as Almas do Purgatório; por elas que te oferecestes como vitima de expiação, dos pecados delas. Roga a Deus Nosso Senhor, para que ponha em nossos corações sentimentos de compaixão e amor por estas almas. Também nós ajudaremos as Almas do Purgatório e reduziremos seus tempos de desterro e de grande aflição. Conseguiremos para elas, com sacrifícios e orações, o descanso eterno de suas almas, e as Santas Indulgências necessárias para tirá-las do lugar de sofrimento.

« Ó Senhor, Jesus Cristo, te suplico derrame sobre mim, todos os castigos que são para os pecadores e as Almas Benditas do Purgatório, multiplica sobre mim os sofrimentos, com os quais convertes e salva os pecadores, e livra-los salvos do tormento do purgatório ». Padre Pio

Antes de continuar rezando clique em comentários e deixe os seus pedidos de orações.

 COROA AO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

1 – Ó meu Jesus, que dissestes: “Em verdade vos digo, pedi e recebereis, procurai e achareis, batei e ser-vos-á dado!” Eis que bato, procuro e peço a graça… Pai Nosso Ave Maria e Glória. Sagrado Coração de Jesus, confio e espero em vós!

2 – Ó meu Jesus, que dissestes: “Em verdade, vos digo, qualquer coisa que pedis ao meu Pai em meu nome, Ele vo-lo concederá!” Eis que ao Vosso Pai, em Vosso nome, eu vos peço a graça… Pai Nosso Ave Maria e Glória. Sagrado Coração de Jesus, confio e espero em vós!

3 – Ó meu Jesus, que dissestes: “Em verdade, vos digo, passarão o céu e a terra, mas as minhas palavras jamais passarão!” Eis que, apoiado na infalibilidade das Vossas santas palavras, eu Vos peço a graça… Pai Nosso Ave Maria e Glória. Sagrado Coração de Jesus, confio e espero em vós!

Oração: Ó Sagrado Coração de Jesus, a quem uma única coisa é impossível, isto é, a de não ter compaixão dos infelizes, tende piedade de nós, míseros pecadores, e concedei-nos as graças que Vos pedimos por intermédio do Coração Imaculado da Vossa e nossa terna Mãe. São José, Amigo do Sagrado Coração de Jesus, rogai por nós.

Rezar a Salve Rainha.

 

 

 


Novena a São Padre Pio – 1ºdia

setembro 15, 2008

Hoje damos início a novena de São Padre Pio de Pieltrecina, um grande santo de nossos tempos.

Vamos conhecer um pouco da história do Padre Pio, ao longo da nossa novena a cada dia vamos conhecendo mais sobre a vida e os milagres e prodígios que acompanharam a vida deste grande santo.

Um abraço a todos e que Padre Pio interceda por nós!

Antes de rezar deixe em comentários seus pedidos de orações.

Herdeiro espiritual de São Francisco de Assis, o Padre Pio de Pietrelcina foi o primeiro sacerdote a ter impresso sobre o seu corpo os estigmas da crucifixão. Ele é conhecido em todo mundo como o “Frei” estigmatizado.

O Padre Pio, a quem Deus deu dons particulares e carismas, se empenhou com todas as suas forças pela salvação das almas. Os muitos testemunhos sobre a grande santidade do Frei, chegam até os nossos dias, acompanhados de sentimentos de gratidão. Suas intercessões providenciais junto a Deus foram para muitos homens causa de cura do corpo e motivo de renovação do espírito.

O Padre Pio de Pietrelcina que se chamava Francesco Forgione, nasceu em Pietrelcina, num pequeno povo da Província de Benevento, em 25 de maio de 1887. Pertencia a  uma família humilde tendo como  pai Grazio Forgione e a mãe Maria Giuseppa  Di Nunzio tinham outros filhos. Desde muito menino Francesco experimentou em si o desejo de consagrar-se totalmente a Deus e este desejo o distinguia de seus conterrâneos. Tal “diferença” foi observada por seus parentes e amigos.  Narra a mamãe Peppa: “Não cometeu nunca nenhuma falta,  não tinha caprichos, sempre obedeceu a mim e a seu pai, a cada manhã e a cada tarde ia à igreja visitar a Jesus e a Virgem. Durante o dia não saia nunca com os seus companheiros. Às vezes eu dizia: – “Francì vá brincar um pouco “. Ele se negava dizendo: – “Não quero ir porque eles blasfemam”. Do diário do Padre Agostinho de San Marco em Lamis, o qual foi um dos diretores espirituais do Padre Pio, soube que o Padre Pio, desde 1892 quando tinha apenas cinco anos, viveu já suas primeiras experiências místicas espirituais. Os êxtases e as aparições foram freqüentes, mas  para o menino pareciam serem absolutamente normais.

Com o passar do tempo, realizou-se para Francesco o que foi o seu maior sonho: consagrar totalmente a sua vida a Deus.

Em 6 de janeiro de 1903, aos dezesseis anos, entrou como clérigo na ordem dos Capuchinhos. Foi ordenado sacerdote na Catedral de Benevento, a 10 de agosto de 1910. Teve assim início sua vida sacerdotal que por causa de suas condições precárias de saúde, se passou primeiro em muitos conventos da província de Benevento. Esteve em vários conventos por motivo de saúde, assim, a partir de 4 setembro de 1916 chegou ao convento de San Giovanni Rotondo, sobre o Gargano, onde ficou até 23 de setembro de 1968, dia de seu pranteado falecimento.

Nesse longo tempo o Padre Pio iniciava seus dias despertando-se a noite, muito antes da aurora, se dedicava a oração e com grande fervor aproveitando a solidão e silêncio da noite. Visitava diariamente por longas horas a Jesus Sacramentado, preparando-se à Santa Missa, e daí sempre tirou as forças necessárias, para seu grande trabalho com as almas, levando-as até Deus no Sacramento da Confissão. Atendia confissão por longas horas, até 14 horas diárias, e assim salvou muitas almas.

Um dos acontecimentos que marcou intensamente a vida do Padre Pio foi que se verificou na manhã de 20 de setembro de 1918, quando, rezando diante do Crucifixo do coro da velha e pequena igreja, o Padre Pio recebeu o maravilhoso presente dos estigmas. Os estigmas ou as feridas foram visíveis e ficaram abertas, frescas e sangrentas, por meio século. Este fenômeno extraordinário tornou a chamar, sobre o Padre Pio a atenção dos médicos, dos estudiosos, dos jornalistas, enfim sobre toda a gente comum que, no período de muitas décadas foram a San Giovanni Rotondo para encontrar o santo frade.

Numa carta ao Padre Benedetto, datada de 22 de outubro de 1918, o Padre Pio narra a sua “crucifixão”:

“O que posso dizer aos que me perguntam como é que aconteceu a minha crucifixão? Meu Deus! Que confusão e que humilhação eu tenho o dever de manifestar o que Tu tendes feito nessa mesquinha criatura!”

Foi na manhã do dia 20 do mês passado ( setembro ) no coro, depois da celebração da Santa Missa, quando fui surpreendido pelo descanso do espírito, pareceu um doce sonho. Todos os sentidos interiores e exteriores, além das mesmas faculdades da alma, se encontraram numa quietude indescritível. Em tudo isso houve um silêncio em torno de mim e dentro de mim; senti em seguida uma grande paz e um abandono na completa privação de tudo e uma disposição na mesma rotina.

Tudo aconteceu num instante. E em quanto isso se passava, eu vi na minha frente um misterioso personagem parecido com aquele que tinha visto na tarde de 5 de agosto. Este era diferente do primeiro, porque tinha as mãos, o pés e o peito emanando sangue. A visão me aterrorizava, o que senti naquele instante em mim não sabia dizê-lo. Senti-me desfalecer e morreria, se Deus não tivesse intervindo sustentar o meu coração, o qual sentia saltar-me do peito. A visão do personagem desapareceu e dei-me conta de que minhas mãos, pés e peito foram feridos e jorravam sangue. Imaginais o suplício que experimentei então e que estou experimentando continuamente todos os dias. A ferida do coração, continuamente, sangra. Começa na quinta feira pela tarde até sábado. Meu pai, eu morro de dor pelo suplício e confusão que experimento no mais íntimo da alma. Temo morre em sangue, se Deus não ouvir os gemidos do meu pobre coração, e ter piedade de retirar de mim está situação…”

Durante anos, de todas as partes do mundo, os fiéis foram a este sacerdote estigmatizado, para conseguir a sua potente intercessão junto a Deus. Cinqüenta anos passados na oração, na humildade, no sofrimento e no sacrifício, de onde para atuar seu amor, o Padre Pio realizou duas iniciativas em duas direções: uma vertical até Deus com a fundação dos “Grupos de ruego”, hoje chamados “grupos de oração”e outra horizontal até os irmãos, com a construção de um moderno hospital: “Casa Alívio do Sofrimento”.

Em setembro os 1968 milhares de devotos e filhos espirituais do Padre Pio se reuniram em um congresso em San Giovanni Rotondo para comemorar o 50 aniversário dos estigmas e celebrar o quarto congresso internacional dos Grupos de Oração. Ninguém imaginou que às 2h30 da madrugada do dia 23 de setembro de 1968, seria o doloroso final da vida do Padre Pio de Pietrelcina. Deste maravilhoso frei, escolhido pro Deus para derramar a sua Divina Misericórdia de uma maneira especial.

Fonte: www.padrepiocatholicwebservices.com

1° Dia

Amado São Pio de Pietrelcina, você carregou em seu corpo os sinais da Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo. Você levou a Cruz para todo o mundo, enquanto agüentava os sofrimentos físicos e morais que flagelavam sua alma e seu corpo em um martírio contínuo. Nós o imploramos, por favor, reze a Deus para nós, assim cada um de nós poderá aceitar as pequenas e as grandes Cruzes da vida, e todo o mundo poderá transformar o sofrimento individual em vínculo seguro que nos liga à Vida Eterna.

« É uma grande vantagem conformar-se aos sofrimentos que Jesus enviará a você. Jesus, que não supor ver que você sofre, virá socorrê-lo e o confortar, enquanto infunde uma coragem nova em sua alma ». Padre Pio

COROA AO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

1 – Ó meu Jesus, que dissestes: “Em verdade vos digo, pedi e recebereis, procurai e achareis, batei e ser-vos-á dado!” Eis que bato, procuro e peço a graça… Pai Nosso Ave Maria e Glória. Sagrado Coração de Jesus, confio e espero em vós!

2 – Ó meu Jesus, que dissestes: “Em verdade, vos digo, qualquer coisa que pedis ao meu Pai em meu nome, Ele vo-lo concederá!” Eis que ao Vosso Pai, em Vosso nome, eu vos peço a graça… Pai Nosso Ave Maria e Glória. Sagrado Coração de Jesus, confio e espero em vós!

3 – Ó meu Jesus, que dissestes: “Em verdade, vos digo, passarão o céu e a terra, mas as minhas palavras jamais passarão!” Eis que, apoiado na infalibilidade das Vossas santas palavras, eu Vos peço a graça… Pai Nosso Ave Maria e Glória. Sagrado Coração de Jesus, confio e espero em vós!

Oração: Ó Sagrado Coração de Jesus, a quem uma única coisa é impossível, isto é, a de não ter compaixão dos infelizes, tende piedade de nós, míseros pecadores, e concedei-nos as graças que Vos pedimos por intermédio do Coração Imaculado da Vossa e nossa terna Mãe. São José, Amigo do Sagrado Coração de Jesus, rogai por nós.

Rezar a Salve Rainha.

Pai Nosso Ave Maria e Gloria ao Pai 

São Pio de Pietrelcina rogai por nós!