Vamos rezar!

novembro 27, 2008

Olá amados em Cristo, Paz e Bem!

Estão gostando das matérias sobre as parábolas de Jesus? Eu estou amando…

Vocês não imaginam o quanto está sendo importante para mim, está sendo de uma riqueza espiriual imensa.

Bem, mas estou escrevendo agora para pedir orações por alguns irmãos de Comunidade que nesta semana em especial estão precisando de orações:

  1. Por Alda Souza, amiga e irmã querida de comunidade que se submeteu a uma cirurgia de arritmia e está se recuperando super bem;
  2. Por Rogério, Valéria e Dona Marlene mãe de Valéria que está hospitalizada e deverá se submeter hoje a uma cirurgia.
  3. E pelos meus queridíssimos Gustavo, Gláucia e a pequena Julinha que ainda está na barriga da mamãe. Gustavo teve um problema sério de saúde esta semana e está internado. Então não só Gustavo, mas Gláucia também que enfrenta uma gestação de risco, mas está bem, graças a Deus, precisa das nossa orações.

Mesmo se vc não os conhece, reze uma Ave Maria por eles, eles estão precisando muito.

E também vamos rezar por todos os que sofrem, em especial pelos irmãos de Santa Catarina.

Um abraço e continuemos unidos em oração.

Fabiana Paula.


Retiro Comunidade Obra de Maria – 23/11/2008

novembro 27, 2008

Domingo tivemos nosso último retiro do ano de 2008, aqui na Missão Casa Mãe – Recife – PE.

Foi uma bênção! Começamos nosso dia com a oração do terço, que está presente na nossa realidade como Comunidade de espiritualidade mariana, depois continuamos orando uns pelos outros e pedindo a presença do Espírito Santo. Fizemos um momento de escuta e o Senhor falou muito aos nossos corações, pedindo unidade, como Igreja, como Comunidade, foi um momento muito lindo, confirmado na Palavra e nos corações de todos os presentes.

Depois nossa mãe espiritual e Co-fundadora, Maria Salomé, fez um lindo momento de partilha conosco, expondo aquilo que Deus colocava em seu coração.

Lembrou-nos a importância da oração, como sustentáculo de nossa vocação e também da HUMILDADE que deve ser a marca dos membros da Obra de Maria, pois como ela mesma disse, quem tem a chave da humildade, tem a chave que abre todas as portas…

Terminamos com a leitura dos nomes das pessoas que devem ingressar no discipulado ou consagrar-se:

Segue os nomes:

Lembro que aqui constam apenas os nomes dos irmãos e irmãs que fazem formação na Casa Mãe.

     Ingressarão no Discipulado em 2008

1.      Katarina Pedrosa

2.      Luidson Ferreira do Monte

3.      Wilze Paloma Galindo

4.      Helena Freitas

5.      Luciana Lima

6.      Andréa Carla de Araújo Cruz Cavalcanti

7.      Valéria Maria Gomes Feitosa

8.      José Jorge Maciel de Lira

9.      Everton Vasconcelos da Silva

10.     Elisângela Cavalcanti alves

11.     Marcelly Andrade de Vasconcelos

12.     Tárcia Maria dos Santos

13.            Dorivaldo de Sant’Ana

14. Vanessa Rodrigues dos Santos

 

Irão consagrar-se em 2008

  1. Adriana Torres
  2. Ayron José Silva Campos
  3. Maria Regineide Campos
  4. Renata Nunes dos Santos
  5. Fabiane Conceição Bandeira Alexandre
  6. Ulinere Marins Ramos
  7. Maria Aparecida dos Santos
  8. Tarciana dos Santos Pereira
  9. Josilene Maria Pessoa da Silva
  10. Gaudiano Joaquim da Silva     

 

 Obra de Maria Para sempe (foram aprovados ontem pelo conselho da comunidade)

  1. Leobaldo Souza
  2. Helena Souza

PARABÉNS QUERIDOS, EU COMO FORMADORA FICO MUITO ORGULHOSA POR VÊ-LOS CRESCEREM NA FÉ E NA MATURIDADE. SINTO-ME FELIZ POR TODOS E É UMA ALEGRIA TÊ-LOS COMO IRMÃOS.

UM ABRAÇO CARINHOSO A TODOS.

EM CRISTO JESUS,

FABIANA PAULA.

obs: estarei postando em breve as fotos do nosso retiro.


novembro 26, 2008

parabola-das-dez-virgens

A PARÁBOLA  DAS  DEZ  VIRGENS 

(Evangelho de Mt. 25,2-13) 

Então, o Reino dos céus será semelhante a dez virgens que, tomando as suas lâmpadas, saíram ao encontro do noivo. E cinco delas eram prudentes e cinco tolas.   As tolas tomando as suas lâmpadas não levaram azeite consigo. Mas as prudentes levaram azeite em suas vasilhas com as suas lâmpadas.  E, tardando o noivo foram todas tomadas de sono e adormeceram.  Mas, à meia noite, ouviu-se um grito: Eis o noivo! Saí ao seu encontro!  Então, se levantaram todas aquelas virgens e prepararam as suas lâmpadas.  E as tolas disseram às prudentes: Dai-nos do vosso azeite, porque as nossas lâmpadas estão se apagando. Mas as prudentes responderam: Não, para que não nos falte a nós e a vós outros! Ide, antes, aos que o vendem e comparai-o. E, saindo elas para comprar, chegou o noivo, e as que estavam prontas entraram com ele para as bodas; e fechou-se a porta. Mais tarde, chegaram às virgens tolas, clamando; Senhor, senhor, abre-nos a porta! Mas ele respondeu: Em verdade vos digo que não vos conheço. Vigiai, pois, porque não sabeis o dia nem à hora.

Esta parábola ressalta o fato que todos os que estão em Deus devem constantemente examinar sua vida espiritual, tendo em vista a vinda de Cristo num tempo desconhecido e inesperado . Devem perseverar na fé , para que uma vez chegados o dia e a hora , sejam levados pelo Senhor na sua volta . Estar sem comunhão pessoal com o Senhor quando Ele voltar , significa ser lançado fora da sua presença e do seu reino.

 1) O que faz a diferença entre o tolo e o sábio é que o tolo não reconhece que o Senhor, ao voltar, virá num tempo em que não é aguardado, nem precedido de sinais visíveis e específicos . 

2) Cristo mostra aqui que uma grande parte dos que o conhecem estará despreparado no momento da sua volta . Por isso, nos convida a vigilância.

3) Note-se  que  todas as dez virgens (tanto as prudentes como as tolas) foram surpreendidas ao vir o noivo . Isto indica que a parábola das dez virgens quer dizer que mesmo os corações fiéis ao Senhor, não sabem o dia nem a hora, por isso tem sempre azeite para que não falte.  Jesus numa série de ilustrações ressalta a necessidade de fidelidade e vigilância até que Ele volte. O azeite nesta parábola representa a presença permanente do Espírito Santo aliada à fé verdadeira e à santidade.


novembro 25, 2008

ovelha-perdida1

A PARÁBOLA DA OVELHA E DA MOEDA PERDIDA. 

A parábola da ovelha e da dracma perdidas

(Evangelho de Lucas cap.15 vers. 1-10)

E chegaram-se a Jesus todos os publicanos e pecadores para ouvi-lo.

E os fariseus e os escribas murmuravam , dizendo : Este recebe pecadores

e come com eles.

E ele propôs esta parábola, dizendo :

Que homem dentre vós, tendo cem ovelhas e perdendo uma delas, não deixa no deserto as noventa e nove e não vai após a perdida até que venha a achá-la ?

E, achando-a põe sobre seus ombros , cheio de júbilo :

e, chegando à sua casa, convoca os amigos e vizinhos , dizendo-lhes :

Alegrai-vos comigo, porque já achei a minha ovelha perdida .

Digo-vos que assim haverá alegria no céu por um pecador que se arrepende, mais

do que por noventa e nove justos que não necessitam de arrependimento.

Ou qual a mulher que, tendo dez dracmas, se perder um dracma , não acende   a candeia e varre a casa e busca com diligência até a achar ?

E, achando-a, convoca as amigas e vizinhas, dizendo: Alegrai-vos comigo, porque já achei a dracma perdida.

Assim vos digo que há mais alegria no céu por um só pecador que se arrependa.

 

As três parábolas de Lucas 15 : A ovelha perdida : A dracma perdida(ou moeda perdida) e o Filho PródigoRevelam que Deus é aquele que, no seu amor , busca a pessoa perdida para salvá-la.Nela aprendemos : 1) É de máxima importância para o coração de Deus a nossa busca dos perdidos ;2) Tanto Deus quanto o céu se regozijam ,mesmo quando um só pecador se arrepende; 3)Nenhum trabalho ou sofrimento nosso é demasiado grande na busca dos que estão perdidos para levá-los a Cristo .Deus  e os anjos, no céu, têm tamanho amor e compaixão daqueles que estão no pecado  e na morte espiritual e que quando um só pecador se arrepende, alegra-se todo o céu.Curiosidades:Dracma -é mencionada exclusivamente em Lucas 15:8 e seguinte no Novo Testamento.Era considerada como mais ou menos equivalente ao denariusromano . A moeda grega básica era a dracma. O denarius era a moeda romana básica.   A moeda da Grécia continua ainda hoje sendo a dracma.

 

 


novembro 22, 2008

A PARÁBOLA DO FILHO PRÓDIGO

(Luc 15,11-32)

filho-prodigo-1

Certo homem tinha dois filhos;

O mais moço deles disse ao pai: Pai dá-me a parte dos bens que me cabe. E ele repartiu os haveres.

Passados não muitos dias, o filho mais moço, ajuntando tudo o que era seu, partiu para uma terra distante e lá dissipou todos os seus bens, vivendo dissolutamente.

Depois de ter consumido tudo, sobreveio àquele país uma grande fome, e ele começou a passar necessidade.

Então, ele foi e se agregou a um dos cidadãos daquela terra e este o mandou para os seus campos a guardar porcos.

Ali, desejava ele fartar-se da comida que os porcos comiam; mas ninguém lhe dava nada.

Então, caindo em si, disse: Quantos trabalhadores de meu pai têm pão com fartura, e eu aqui morro de fome!

Levantar-me-ei, e irei ter com o meu pai, e lhe direi: Pai, pequei contra o céu e diante de ti;

já não sou digno de ser chamado teu filho ; trata-me como um dos teus trabalhadores ;

E, levantando-se, foi para seu pai. Vinha ele ainda longe, quando seu pai o avistou, e, compadecido dele, correndo, o abraçou, e beijou.

E o filho lhe disse: Pai, pequei contra o céu e diante de ti; já não sou digno de ser chamado teu filho.-

O pai, porém, disse aos seus servos:

Trazei depressa a melhor roupa, vesti-o, ponde-lhe um anel no dedo e sandálias nos pés;

Trazei também e matai o novilho cevado. Comamos e regozijemo-nos;

Porque este meu filho estava morto e reviveu, estava perdido e foi achado. E começaram a regozijar-se

Ora, o filho mais velho estivera no campo; e, quando voltava, ao aproximar-se da casa, ouviu a música e as danças.

Chamou um dos criados e perguntou-lhe que era aquilo.

E ele informou: veio teu irmão, e teu pai mandou matar o novilho cevado, porque o recuperou com saúde.

Ele se indignou e não queria entrar, saindo, porém, o pai procurava conciliá-lo.

Mas ele respondeu a seu pai. Há tantos anos que te sirvo sem jamais transgredir uma ordem tua, e nunca me deste um cabrito sequer para alegrar-me com os meus amigos;

Vindo, porém, esse teu filho, que desperdiçou os teus bens com meretrizes, tu mandaste matar para ele o novilho cevado

Então, lhe respondeu o pai: Meu filho, tu sempre estás comigo; tudo o que é meu é teu.

Entretanto, era preciso que nos regozijássemos e nos alegrássemos, porque esse teu irmão estava morto e reviveu, estava perdido e foi achado.

Nesta parábola, o Senhor ensina que uma vida de pecado e de egoísmo, nos afasta da comunhão com Deus. O pecador é como o filho mais jovem da parábola, que em busca dos prazeres do pecado, desperdiça os dotes físicos, intelectuais e espirituais que Deus lhe deu .  O resultado é desilusão e tristeza e, as vezes , condições pessoais degradantes, e, sempre, a falta da vida verdadeira e real, que somente se encontra no relacionamento correto com Deus.

Antes de um perdido vir a Deus, ele precisa reconhecer seu verdadeiro estado, de escravidão do pecado e de separação de Deus.  Precisa voltar humildemente ao Pai, confessar seus pecados e estar disposto a fazer tudo quanto o Pai quiser.  É o Espírito Santo quem convence o perdido pecador da sua situação pecaminosa.

A descrição que Jesus faz da reação favorável do pai, diante da volta do filho, ensina várias verdades importantes :

(1)  Deus tem compaixão dos pecadores por causa da triste condição deles .

(2)  o amor de Deus por eles é tão grande que nunca cessa de sentir pesar por eles e esperar a sua volta

(3)  Quando o pecador, de coração, volta para Deus, ele sempre está plenamente disposto a acolhê-lo com perdão, amor, compaixão, graça e os plenos direitos de um filho. Os benefícios da morte de Cristo, a unção do Espírito Santo e a graça de Deus estão à disposição daqueles que buscam a Deus.

(4)  A alegria de Deus pela volta dos pecadores é imensurável.

No versículo 24 – o pai diz : Meu filho estava morto…perdido- “Perdido” é empregado no sentido de estar perdido em relação a Deus , como “ovelha desgarrada”. A vida afastada da comunhão com Deus é morte espiritual. Voltar-se para Deus é alcançar vida verdadeira.

No versículo 28- O filho mais velho se indigna, O filho mais velho representa aqueles que têm sua religião e que exteriormente guardam os mandamentos de Deus, porém algumas vezes interiormente estão longe d’Ele e dos seus propósitos para o seu reino.

Deus nos ama e nos espera a cada queda, quando cometemos um pecado e nos afastamos de seu amor, ele nos espera ansiosamente como um Pai de Misericórdia.


novembro 21, 2008

tesouroperolarede

A PARÁBOLA DO TESOURO ESCONDIDO

 (Evangelho de Mateus cap. 13, 44-50)

O Reino dos céus é semelhante a um tesouro oculto no campo, o qual certo homem tendo-o achado, escondeu. E, transbordante de alegria, vai, vende tudo o que tem e compra aquele campo.

 A parábola da pérola

 O reino dos céus é também semelhante a um que negocia e procura boas pérolas ;  e, tendo achado uma pérola de grande valor, vende tudo o que possui e a compra.

A parábola da rede

O reino dos céus é ainda semelhante a uma rede que, lançada ao mar, recolhe peixes de toda espécie. E, quando já está cheia , os pescadores arrastam-na para a praia e, assentados, escolhem os bons para os cestos e os ruins deitam fora. Assim será na consumação do século; sairão os anjos, e separarão os maus dentre os justos,. E os lançarão na fornalha acessa; ali haverá choro e ranger de dentes

 As parábolas do Tesouro e da Pérola ensinam duas grandes verdades:

 1) O reino dos céus é um tesouro de valor incalculável que deve ser buscado acima de tudo 

2) É obtido quando renunciamos a tudo que nos impede de ser parte dele. Vender tudo significa que de todo nosso coração devemos abdicar de  todos os demais interesses por um único interesse supremo, que é Cristo.

 A parábola da Rede revela mais uma vez a verdade que Cristo enfatizou, isto é, que nem todos que estão no reino, na sua presente fase visível aqui na terra são verdadeiramente filhos de Deus. Na parábola da Rede que trata da volta de Cristo para julgar o mundo depois da tribulação a ceifa dos pecadores e a dos justos está na mesma ordem mencionada na parábola do joio e do trigo: os ímpios são ceifados primeiro, e os justos, em segundo lugar.  Tal seqüência mostra claramente, que a separação dos ímpios entre os justos terá lugar no fim da tribulação, e não no arrebatamento da igreja, ocasião em que o povo do Senhor é retirado do mundo. Nesta parábola Cristo volta a ressaltar o fato de que entre o povo de Deus há muitos que não são verdadeiramente leais a Ele e à sua Palavra. Isso nos faz pensar em nossa vida, em nós mesmos, lembrando aquela outra citação: “Nem todo o que diz, Senhor, Senhor, entrará no Reino dos Céus, mas sim aquele que faz a vontade de meu Pai que estpa nos céus”.(Mat 7.21).

 


Parábola do Joio e do trigo (13:24-30,36-43)

novembro 20, 2008

joio-e-trigo

Jesus propôs-lhes outra parábola:

O Reino dos céus é semelhante a um homem que tinha semeado boa semente em seu campo.

Na hora, porém, em que os homens repousavam, veio o seu inimigo, semeou joio no meio do trigo e partiu.

O trigo cresceu e deu fruto, mas apareceu também o joio.

Os servidores do pai de família vieram e disseram-lhe: – Senhor, não semeaste bom trigo em teu campo? Donde vem, pois, o joio? Disse-lhes ele: – Foi um inimigo que fez isto! Replicaram-lhe: – Queres que vamos e o arranquemos? Deixai-os crescer juntos até a colheita. No tempo da colheita, direi aos ceifadores: arrancai primeiro o joio e atai-o em feixes para o queimar. Recolhei depois o trigo no meu celeiro. Não, disse ele; arrancando o joio, arriscais a tirar também o trigo.

Essa parábola é bem interessante,

.A história do joio semeado no campo, encontrada apenas em Mateus (13:24-30,36-43), segue imediatamente após a parábola do semeador. Nesta, Jesus já havia insinuado que a justiça (o solo bom) terá de florescer num mundo onde muitos rejeitam o reino de Deus (o solo da beira do caminho) e outros a receberão de modo superficial e infrutífero (solo pedregoso e espinhoso). Na história do joio ele parece recomeçar por onde parou na do semeador, para tornar explícito o que antes fora apenas sugerido. O reino do céu é, na verdade, destinado a crescer e abrir o seu caminho no coração de um mundo onde o mal não é somente muito vivo e ativo, mas continuará a sê-lo até que esse mundo acabe.

Jesus é o único que pode separar o bem do mal, por isso Ele nos pediu que deixássemos que o joio continuasse no meio do trigo, assim, Ele que é o grande semeador, saberá no momento oportuno, fazer a separação.

Façamos a nossa parte, muitas vezes encontramos pessoas perdidas, sem razão de viver, procurando nas coisas “passageiras”, nas coisas “volúveis” razão de viver.

você caro leitor, sei que você é trigo, continue semeando as coisas boas, os bons valores, muitos “joios”podem se sensibilizar com o seu exemplo, seu testemunho de vida e suas ações falarão mais que suas palavras.

Bem, queridos(as), espero que tenham gostado da nossa parábola de hoje, essa parábola de hoje foi indicada pela Fátima Santana.

Amanhã continuaremos nossa partilha.

Deus os abençoe.

Fabiana Paula.

   

 

 


Estou de volta!

novembro 17, 2008

Olá amados em Cristo Jesus, Paz e Bem ao coração de todos!

Cheguei ontem a tarde e ainda estou meio “anestesiada”, com a viagem rsrsrsrs.

Graças a Deus, deu tudo certo e hoje volto as minhas atividades aqui em Recife.

Bem, hoje ou amanhã tentarei voltar a escrever meus posts e senti uma inspiração muito forte em  minha ida a Terra. Meditar sobre as Parábolas de Jesus. São muitas, iremos aos poucos estudando uma a uma e pedindo ao Espírito Santo que nos ilumine para que possamos entender e pôr me prática os ensinamentos do nosso mestre.

Um super abraço, estava com muita saudade de nosso espaço de evangelização aqui no meu blog.

Deus os abençoe.

Fabiana Paula.


A Caminho da Peregrinação

novembro 5, 2008

Olá amados, estou no aeroporto de Salvador e devo aguardar até as 18h45min para embarcar rumo a Lisboa, onde farei uma conexão para Paris e só então pegar o avião que vai para a Terra Santa.

O grupo que eu acompanharei é de Salvador e outra parte de Fortaleza.

Faremos primeiro Terra Santa e depois iremos à Itália.

Assim que me conectar, tentarei atualizar o blog com as novidades da peregrinação.

Rezem por mim e por todos os que viajarão comigo, para sermos fiéis ao propósito da nossa peregrinação, que é termos uma experiência de fé nos lugares santos. É pra isso que organizamos as peregrinações na nossa comunidade e é por isso que estou em mais uma viagem, que não é “turismo”, não é um “tour de compras”, mas uma ocasião de ENCONTRO com Jesus Cristo, que é o SANTO DA TERRA.

Vou estar sempre rezando por todos os que acessam meu blog e mesmo que eu não conheça você, meu caro leitor, mas saiba que Jesus te conhece e sabe tudo aquilo que vc precisa.

Deus os abençoe e até a próxima oportunidade aqui no blog.

Com carinho,

Fabiana Paula.


A BÍBLIA E O CELULAR!!!

novembro 1, 2008

Já imaginou o que aconteceria se tratássemos a nossa Bíblia do jeito que tratamos nosso celular?

E se sempre carregássemos a nossa Bíblia no bolso ou na bolsa?

E se déssemos uma olhada nela várias vezes ao dia?

E se voltássemos para apanhá-la quando a esquecemos em casa, no
escritório… ?

E se a usássemos para enviar mensagens aos nossos amigos?
E se a tratássemos como se não pudéssemos viver sem ela?

E se a déssemos de presente às crianças?

E se a usássemos quando viajamos?

E se lançássemos mão dela em caso de emergência?

Mais uma coisa:

Ao contrário do celular, a Bíblia não fica sem sinal. Ela “pega” em
qualquer lugar.

Não é preciso se preocupar com a falta de crédito porque Jesus já pagou a
conta e os créditos não têm fim.
E o melhor de tudo: não cai a ligação e a carga da bateria é para toda

a vida.
Buscai ao Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto”!
(Is 55:6)
Tenha todos um fim de semana abençoado.

Com carinho,

Fabiana Paula.