ADVENTO: AURORA DO NATAL

novembro 26, 2013

advento-h                           

   Primeiro domingo do Advento: iniciamos um novo tempo litúrgico. É tempo de preparação para a vinda do Senhor. É tempo de espera. Tempo de encontro. Encontro da Família. É tempo de Natal. Tempo de alegria. Vida nova. Novos sonhos e esperanças. É tempo de despertar. Não há mais motivos de medo. A aurora anuncia um novo Sol. Vamos abrir nossos corações. Deixemos a luz do céu entrar. O Senhor vai chegar. São quatro domingos, quatro semanas de preparação para a vinda do Menino de Belém. A cor das vestes litúrgicas é o roxo. Os personagens bíblicos são: Isaías, João Batista e a Virgem Maria.

                        Advento exige conversão, mudança interior, renovação de espírito. É tempo de novena. Novena que reúne famílias e a própria família. É momento de encontros com vizinhos de bairro e condomínios. É um novo tempo: preparar a casa, a árvore de Natal, tempo de luzes e de cores. É tempo de Paz e de alegria. É tempo de perdão e reconciliação. É tempo de amar a todos: sem distinção de raça, cor ou nível social. É tempo de reconhecer que todos têm a mesma origem. Todos somos filhos de Deus.

                        O tema principal do advento é a espera do Messias. Anunciada já no Antigo Testamento pelos Profetas, especialmente por Isaías. O tempo de espera deve ser marcado pela vigilância. O importante é estarmos preparados, pois não sabemos nem o dia e nem a hora da chegada. Devemos abrir o coração, para que o Senhor possa entrar. O Senhor virá: e como será que ele virá? Como será que ele estará vestido e em que condição social? Qual será a sua idade? Como ele se apresentará? Devemos estar prontos para acolhê-lo. A casa deve estar preparada, limpa, aberta e ser acolhedora. O Senhor certamente se apresentará na pessoa mais próxima de cada um de nós. Ele está e estará sempre ao nosso lado.

                        As condições para celebrarmos o Advento: vigiar em oração e perseverar na caridade. Ter corações leves. Romper com os vícios: do consumismo, do materialismo, das preocupações mundanas, do comprar e adquirir sem limites, do ativismo desenfreado. Superar a maldade interior, os rancores, as mágoas, os ressentimentos, as lembranças negativas do passado. O Advento é tempo de perdão, de reconciliação, de renovação espiritual. É tempo de celebrar a vida, vida nova. É tempo de renascer, florescer e frutificar. É tempo de distribuir, partilhar, de abrir portas e corações. Tu és a nossa única esperança. Vem, Senhor Jesus. Aurora do Natal.

Frei Sergio Pagan – 1º domingo do Advento de 2013.


Deus tem uma resposta

agosto 28, 2013

flores lindas

Você diz: “Isso é impossível” 

Deus diz: “Tudo é possível” (Lucas 18:27) 

Você diz: “Eu já estou cansado”
Deus diz: “Eu te darei o repouso” (Mateus 11:28-30)

Você diz: “Ninguém me ama de verdade”
Deus diz: “Eu te amo” (João 3:16 & João 13:34)

Você diz: “Não tenho condições”
Deus diz: “Minha graça é suficiente” (II. Corintos 12:9) 

Você diz: “Não vejo saída”
Deus diz: “Eu guiarei teus passos” (Provérbios 3:5-6) 

Você diz: “Eu não posso fazer”
Deus diz: “Você pode fazer tudo” (Filipenses 4:13) 

Você diz: “Estou angustiado”
Deus diz: “Eu te livrarei da angustia” (Salmos 90:15) 

Você diz: “Não vale a pena”
Deus diz: “Tudo vale a pena” (Romanos 8:28) 

Você diz: “Eu não mereço perdão”
Deus diz: “Eu te perdôo” (I Epistola de São João 1:9 & Romanos 8:1) 

Você diz: “Não vou conseguir”
Deus diz: “Eu suprirei todas as suas necessidades” (Filipenses 4:19) 

Você diz: “Estou com medo”
Deus diz: “Eu não te dei um espírito de medo” (II. Timóteo 1:7) 

Você diz: “Estou sempre frustrado e preocupado”
Deus diz: “Confiai-me todas as suas preocupações” (I Pedro 5:7) 

Você diz: “Eu não tenho talento suficiente”
Deus diz: “Eu te dou sabedoria” (I Corintos 1:30) 

Você diz: “Não tenho fé”
Deus diz: “Eu dei a cada um uma medida de fé” (Romanos 12:3)

Você diz: “Eu me sinto só e desamparado”
Deus diz: “Eu nunca te deixarei nem desampararei”


Vivendo o tríduo Pascal

abril 6, 2012

Olá queridos, Paz e Bem!

Hoje iniciamos o tríduo pascal. Itinerário de oração e de encontro com Jesus.

Hoje além da missa da ceia do Senhor, somos convidados a vigiarmos e orarmos com Ele. A missa comemora a instituição da Eucarisita, o mandamento do amor e a instituição do sacerdócio ministerial dos padres. Após a Santa Missa, começa a adoração ao Santíssimo Sacramento.

Amanhã é o dia da recordação da Paixão de Nosso Senhor, è dia de jejum e silêncio. Às 15 horas somos no convidados a estarmos na Igreja para as celebração própria da liturgia. Após a Paixão, todos participam das orações universais e do gesto de adoração da Santa Cruz e a Sagrada Comunhão. Tudo termina num grande silêncio.

O sábado continua sendo um dia de silêncio e de oração, a palavra usada é: ESPERA. É importante aprendermos a esperar e o sábado é um dia espetacular de espera pela vigília pascal, onde iremos comemorar a Páscoa do Senhor e renovarmos nossas promessas batismais.

O Domingo é o dia do Senhor, a missa  nos convida a espalharmos assim como as mulheres na Bíblia fizeram a grande notícias de que Ele não está mais no sepulcro, ELE ESTÁ VIVO, RESSUSCITOU!

Viva intensamente esses dias e mergulhe nos mistérios e bênçãos e que Jesus a cada dia seja amado e adorado por todos nós!

Fraternalmente,

Fabiana


“Aborto” filme/documentário “180″

fevereiro 17, 2012

Oi gente,

Essa semana o assunto do aborto voltou à tona quando em meio a tantas decisões políticas para melhorar a vida da população são esquecidas, novamente o tema da liberdade em escolher o “aborto”, volta a ser propagado, com sérias possíbilidades de aprovação.

Não podemos nos calar diante desse absurdo. Precisamos escolher nossos governantes e os princípios cristãos são funsamentais para a nossa escolha.

Partilho com vocês um documentário interessantíssimo e espero que nos ajude a refletir e a fazer com que muitos reflitam na grande barbárie que é o matança de um inocente.

Engraçado que a lei a “palmada” foi aprovada, então entendemos que não podemos dar bater em uma criança(o que realmente é um absurdo), mas não entendo, como pode-se ainda pensar na possibilidade do aborto…

Segue abaixo um pouco do que consta no documentário e espero que seja útil e acrescente novas idéias e reafirme os pensamentos que nós cristãos temos a cerca do tema.

Prestem atenção nas respostas das pessoas, da maneira como cada uma lida com a idéia da vida, da morte e da justiça.

Assistam todo o documentário, que está dividido em três partes.

Fraternalmente,

Fabiana Paula

 

Um filme com cenas do Holocausto e argumento contra o aborto tornou-se um fenômeno do YouTube, com 1.3 milhões de acessos.

O documentário de 33 minutos fala da relação entre o Holocausto com o aborto legalizado, comparando a matança de milhares de vidas inocentes nos dois episódios. Jovens entrevistados no filme pelo narrador Ray Comfort são forçados a fazer a conexão do extermínio de judeus com a aceitação pela sociedade atual da morte de crianças não nascidas, o que os fazem repensarem seus conceitos e se oporem ao aborto.

“180o. é um passeio em uma montanha-russa de emoções, você observa as pessoas serem colocadas em um dilema moral, quando questionados se eles poderiam enterrar judeus vivos (algo que aconteceu na 2 ª Guerra Mundial)”, disse Comfort.

Segundo ele, esse é um teste de quanto as pessoas valorizam a vida humana. Comfort aponta a ignorância de um dos momentos mais obscuros da história humana que inevitavelmente resulta na desvalorização da vida, o que configura uma repetição do Holocausto.

Comfort espera que o filme chegue a diversas escolas. Só no mês passado, foram distribuídas de 180 a 200 mil cópias do DVD às 100 melhores universidades dos EUA. Agora o autor, que é um pastor judeu messiânico, está voltando a distribuição também ao Ensino Médio.

Comfort relata que nas filmagens para o filme, gravou 14 entrevistas com pessoas que pensavam que Hitler era um comunista, um ator, ou mesmo nunca tinham ouvido falar nele. “Esses jovens são bastante ignorantes quanto ao período que talvez seja o mais obscuro da história humana, porque o sistema educacional norte-americano é falho”.

O filme tem ajudado muitos jovens a mudarem suas opiniões. Em uma sala de aula, iniciou-se uma discussão sobre se eles achavam que o aborto poderia ser uma escolha, se a criança é saudável ou se a gravidez foi causada por um estupro. Uma vez relacionado o assunto a Hitler, as opiniões mudaram. O filme fez com que todos os estudantes afirmassem que o aborto deveria ser ilegal


Desapegar-se é preciso…

fevereiro 13, 2012
Desapegar-se é preciso!

Desapegar-se é preciso!

Engraçado como durante a semana que passou Deus falou forte de várias maneiras ao meu coração sobre o desapego.

Hoje em nosso retiro mensal na comunidade no momento da adoração mais uma vez Jesus falou ao nosso coração através de várias passagens da Palavra, mas quero salientar a passagem do “Tesouro no Céu”. Mais uma confirmação para mim!

 Essa passagem é muito interessante, vejamos:

 “Não ajuntei para vós tesouros na terra, onde a ferrugem e as traças corroem, onde os ladrões furam e  roubam. Ajuntai para vós tesouros no céu, onde não os consomem nem as traças nem a ferrugem, e os ladrões não furam nem roubam. Porque onde está o teu tesouro, lá está também teu coração”. (Mat 6,19-21)

Muito interessante essa passagem e como ela está ecoando em meu coração. A pergunta que não quer calar é: “Onde está o teu tesouro?”, estou fazendo a mim mesma e tentando descobrir onde está meu verdadeiro tesouro, onde estou colocando minha fé, minha confiança, minha esperança. Confesso que me deparei ainda com alguns apegos em meu coração, coisas que valorizava e que não queria “soltar”.

Mas, temos que aprender a perder para ganhar. Tem uma música da Ziza Fernandes, que diz assim: “A gente só perde o que não tem”! Muitas vezes algo que aparentemente perdemos na realidade nunca foi nosso, então não há porque nos desesperarmos, também se foi e não é mais, temos que lembrar que há um tempo para cada coisa, então chegou o tempo da “separação”, do “adeus”, porque tudo nessa vida um dia vai passar!

Só não podemos perder nosso foco, nem deixar cair de nossas mãos o que é eterno, o que é infinito, o que não passa nem nunca passará e esse tesouro se chama Jesus, ele é o nosso bem maior, nosso maior amor e já sabemos que tudo passará, menos Jesus que é o verdadeiro amor! Mas, quantas vezes estamos cegos para essa realidade e nos apegamos as coisas que passam… O verdadeiro tesouro só é encontrado quando trocamos a “bijuteria” pela “pérola preciosa”…

Tem coisas que são passageiras, por exemplo: a beleza física, o dinheiro, os bens, o status, a posição, lembranças, momentos vividos, pessoas, relacionamentos, etc.Essas coisas são “perecíveis”, fugazes, efêmeras… Um dia elas com certeza passarão!

Podemos estar apegados a todas essas coisas citadas acima: bens materiais, posições, qualquer tipo de status, pessoas e relacionamentos onde Deus não é o centro, mas com certeza o maior de todos os apegos é a nossa Opinião, nossa vontade própria, pois a nossa vontade nos “comanda”, nossa vontade se reflete em nossas escolhas, decisões e quantas vezes o que impede a gente de crescer é esse sentimento de opinião formada, que endurece o coração, nos deixa azedos, amargos, sem vida, nos torna pessoas “insuportáveis”, pois achar que sempre está com a razão, esse pré-conceito de achar que está certo e de que os outros estão errados com certeza é o pior de todos os apegos, pois impede que seja feita a vontade de Deus e não permite que a graça aconteça em nossa vida.

Temos que lembrar que não somos uma obra concluída, uma obra feita. Mudar de opinião quando estamos errados, quando falhamos denota amadurecimento, crescimento, humildade e conversão.

Peçamos ao Senhor a libertação e a cura da nossa “Opinião formada” e todos os outros apegos que cultivamos em nosso coração e que nos impedem de sermos livres de nossa lepra espiritual.

Qual o seu apego? Onde você ainda sente que precisa de libertação?

E lembre-se: Onde está o teu tesouro, aí está o teu coração!

Rezemos juntos:

“Cura-nos Senhor Jesus de toda nossa arrogância e vontade própria e liberta-nos de todos os apegos que ainda temos em nosso coração. Tu sabes tudo Senhor, conheces nossa história de vida e sabes de nossas limitações. Toca nosso coração e dá-nos o entendimento daquilo que precisamos jogar fora, que nos impedem de sermos teus de verdade, com uma conversão que vai além das aparências, mas é profunda e verdadeira. Ajuda-nos Senhor!”.   


Descansar no Senhor!

novembro 18, 2011
Faz-nos fiéis precioso Jesus!

Faz-nos fiéis precioso Jesus!

“Vinde a mim,

vós todos que estais aflitos sob o fardo,

e eu vos aliviarei.

Tomai meu jugo sobre vós e recebei minha doutrina,

porque eu sou manso e humilde de coração

e achareis o repouso para vossas almas. 

Porque meu jugo é suave

e meu peso é leve.”

 (Mt 11, 28-30).

 O Senhor nos convida em meio ao corre-corre da vida a irmos ao seu encontro. Procurarmos refúgio e abrigo n’Ele.

Hoje, de forma especial tenho tentando viver essa citação da Palavra de Deus, em meio a tantos desafios e dificuldades, em conciliar diversas atividades e também com alguns problemas de saúde que foram surgindo e trazendo uma certa “preocupação”.

Mas, são nesses momentos que nossa fé deve nos sustentar. No momento da alegria, da festa, tudo é muito fácil, estamos confiantes e seguros,  mas quando o maremoto começa, quando o tsunami se aproxima aí nossa fé é provada, lembrei-me agora da citação de eclesiástico 2 que diz que se vais seguir a Deus, permanece firme na justiça e na dor e prepara o teu caminho e a tua alma para a provação e o que é lindo nessa passagem é quando o autor escreve: “Põe tua confiança no Senhor”… Esse é o caminho, essa é a chave para a vitória. Nossa força não está em nós mesmos, mas nossa confiança vem do alto, vem do Senhor e São Paulo nos ensina que é na fraqueza que sou mais forte… Essa citação me ajuda nesses momentos de prova.

Em minha penúltima peregrinação, passamos três dias em Fátima, o que foi para mim um lindo presente de Deus. Pude me confessar no santuário e tive a graça de ser recebida por um sacerdote angolano; Homem de oração, homem de fé, homem de Deus… Sábias palavras que confortaram meu coração e me ajudaram a prosseguir a caminhada. Lembro-me com emoção que ao final da confissão ele me disse: “Estamos em uma batalha e nossa arma é a oração… Boa batalha filha e arme-se bem para a luta…” Aquelas palavras ainda ecoam em meu coração e essa semana fui tentada ao desânimo, a tristeza e senti diante dessa situação que deveria mesmo colocar-me em oração, que o Senhor preenchesse meus vazios e me desse tudo aquilo que mais preciso, sua graça, que é o que me basta.

Se hoje, meu querido(a), você também se sente assim, coloque-se diante do Senhor, não espero fortes emoções, quantas vezes não sentimos nada e o Senhor está agindo poderosamente.

O segredo é se entregar, confiar e esperar n’Ele…

Boa luta pra vocês também, as armas para batalha já temos é só tomarmos posse delas.

Em Jesus,

Fabiana

 


Jesus está na barca?

agosto 8, 2011

 

Jesus é aquele que pode acalmar nossas tempestades!

O que fazer quando parece que tudo dá dando errado?

Você já passou por uma situação assim? Parece que a gente tá numa maré de coisas ruins e uma coisa vai chamando a outra…

O Evangelho de ontem, de forma tão linda nos conta a passagem da tempestade acalmada por Jesus e como eu amo essa passagem, porque Jesus acalma a tempestade, quando Ele entra na barca, antes as ondas deixaram os discípulos desesperados, apesar de o Mestre estar tão perto, eles fraquejaram na fé. Assim também somos nós. Muitas vezes passamos pela mesma situação; Jesus está perto, mas mesmo assim, na primeira situação de perigo, na primeira tribulação, sentimo-nos desprotegidos e bate o desespero.  Precisamos aprender a confiar…

Tenho passado um tempo especial em minha vida, um tempo de confiar mais no Senhor, de ser podada por Ele, para meu próprio bem. Vinha sentindo umas dores de cabeça, seguida de umas sensações estranhas. Descobri que estou com oscilações na minha pressão arterial. Isso significa que tenho que me cuidar, ir ao médico fazer exames, me tratar… Fui surpreendida com isso, pois me considerava jovem demais e saudável também… Confesso que fiquei um pouco triste e fiquei refletindo o quanto somos pequenos, limitados, frágeis. Santa Teresinha nos comparou com uma florzinha da cidade de Alençon, onde ela nasceu que se chama “nigela dos trigos”. A nigela dos trigos é uma florzinha pequenina, frágil. Santa Teresinha assim fala da comparação da nigela conosco: “A nigela dos trigos não é grande coisa: é toda pequenina, frágil. Assim como nós, não somos grande coisa. Apenas uma florzinha que o bom Deus abre como quer, dócil. Ela não é nem bela demais, nem afortunada demais. O Bom Deus a preserva do orgulho de uma orquídea ou de uma camélia. Ela é tão pequena: uma sombra de flor.

 Ela diz que somos como essa florzinha, frágeis, por isso precisamos de cuidado, proteção.

Foi assim que me senti, uma minúscula ‘nigela dos trigos’. Mas, é nesse momento que temos que convidar Jesus para entrar na barca, não importa qual seja a tempestade é Ele aquele que tem o poder de acalmar a tempestade e de trazer a segurança, pois estando com Ele tudo vai bem, não importa o que aconteça.

Assim estou lutando e levando essas palavras para minha caminhada.

Jesus é o grande Mestre que conduz a barca da minha vida,com Ele na barca não importam as tempestades, ele trará sempre a bonança.

Fiquem com Deus e ótima semana!

Fraternalmente,

Fabiana