Fotos da Peregrinação – Parte II

Oi gente, seguem mais algumas fotos para vocês, que partilho com muito carinho, os lindos momentos vividos em minha peregrinação.

Na cidade de Istambul, em frente à Mesquita Azul.

Na cidade de Istambul, em frente à Mesquita Azul.

 

Ainda em Istambul, com a Mesquita Azul à esquerda e Igreja de Santa Sofia a direita.

Ainda em Istambul, com a Mesquita Azul à esquerda e Igreja de Santa Sofia a direita.

Mosaico da belíssima Igreja de São Salvador em Chora - Istambul.

Mosaico da belíssima Igreja de São Salvador em Chora - Cristo Pantocrátor - Istambul.

Em um passeio que fizemos pelo "Bósforo", que é um estreito que liga o Mar Negro ao Mar de Mármara e marca o limite dos continentes asiático e europeu na Turquia. Tem um comprimento de aproximadamente 30 km e uma largura de 550 a 3000 m. Sua profundidade varia de 36 a 124 m no meio do estreito.

Em um passeio que fizemos pelo "Bósforo", que é um estreito que liga o Mar Negro ao Mar de Mármara e marca o limite dos continentes asiático e europeu na Turquia. Tem um comprimento de aproximadamente 30 km e uma largura de 550 a 3000 m. Sua profundidade varia de 36 a 124 m no meio do estreito.

Atenção: Foto de gatinho turco dormindo no grand bazar de Istambul...

Atenção: Foto do gatinho turco dormindo no grand bazar de Istambul... Entre tapetes e lençóis... rsrsrsrsrsrs

Momento inesquecível: Cantando a canção eis aí tua mãe, durante a celebração da santa missa.

Momento inesquecível: Cantando a canção eis aí tua mãe, durante a celebração da santa missa.

Em frente a Casa onde Maria e o apótolo João moraram. Um pedacinho do Céu na Terra.

Em frente a Casa onde Maria e o apótolo João moraram - Éfeso - Turquia. Um pedacinho do Céu na Terra.

Em frente à fonte de Maria - Éfeso.

Em frente à fonte de Maria - Éfeso.

Na antiga cidade de Éfeso, na Ásia menor, foi mandada construir em honra de Tiberius Julius Celsus Polemaeanus, governador romano dessa província, pelo seu filho Galius Julius Aquila, e concluída em 135 d. C. . A biblioteca armazenava 12 000 rolos de papiro e serviu ainda como túmulo de Celso.

Na antiga cidade de Éfeso, na Ásia menor, em frente a grande biblioteca de Celso, que foi mandada construir em honra de Tiberius Julius Celsus Polemaeanus, governador romano dessa província, pelo seu filho Galius Julius Aquila, e concluída em 135 d. C. A biblioteca armazenava 12 000 rolos de papiro e serviu ainda como túmulo de Celso, sendo assim a 3º mais importante na ordem das bibliotecas, sendo superada apenas pela biblioteca de Alexandria e a de Pérgamo.

Gente, olha só: Eu cantando "Maria, de Nazaré", no "Gigante"  teatro de Éfeso, com capacidade para mais de 25.000 espectadores, tido como o maior da antiguidade.

Gente, olha só eu cantando "Maria, de Nazaré", no "Gigante" teatro de Éfeso, com capacidade para mais de 25.000 espectadores, tido como o maior da antiguidade.

 

Olha meu público em êxtase rsrsrsrsrsrs...

Olha meu público em êxtase rsrsrsrsrsrs...

 

Última foto antes da saída da cidade e uma "até logo" a Éfeso.

Última Foto antes da saída da cidade, uma “até logo” Éfeso…

Peregrinação Grécia e Turquia e Fim de semana em cabedelo 295

João morre em Éfeso, talvez em 104, e lá é sepultado. Por volta de 190, Polícrates, bispo de Éfeso, numa carta endereçada ao papa Vítor, diz: “Também João, aquele que se abandonou no peito do Senhor, que foi sacerdote e trouxe a insígnia de mártir [aqui, talvez, no sentido de testemunha] e mestre, jaz em Éfeso” (o trecho é citado em Eusébio, História eclesiástica, V, 24, 2). Seu túmulo, visível até hoje, encontra-se numa câmara funerária subterrânea na colina de Ayasuluk, a um quilômetro e meio da antiga Éfeso. No princípio do século IV, foi ali construído um martyrion quadrangular de cerca de 20 x 19 metros, citado no Itinerário de Egéria; em torno dele foi construída, cerca de um século depois, uma igreja cruciforme, demolida no século VI pelo imperador Justiniano, que mandou erigir em seu lugar uma grandiosa basílica para os numerosos peregrinos, intitulada ao apóstolo, com três naves, 110 metros de comprimento e mais ou menos a metade dessa medida de largura. O túmulo de João fica na cripta sob o altar. Toda a colina foi cercada por um muro para proteger o santuário e as dependências. Destruída a basílica, por um terremoto e vários saques, suas ruínas imponentes, objeto de diversas pesquisas arqueológicas e restaurações, foram parcialmente reerguidas recentemente.
Anúncios

2 Responses to Fotos da Peregrinação – Parte II

  1. luciana disse:

    Que maravilha Fabiana! Deus nos concede tantos presentes…

  2. Lourdinha Varela disse:

    Fui a esta viagem, foi maravilhosa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: