Qual o terreno do teu coração ?

“Naquele dia, saiu Jesus e sentou-se a beira do lago. Acercou-se dele, porém, tal multidão, que precisou entrar numa barca. Nela se assentou, enquanto a multidão ficava a margem. E seus discursos foram uma série de parábolas.

Um semeador saiu a semear. E, semeando a semente, parte da semente caiu ao longo do caminho: os pássaros vieram e comeram. Outra parte da semente caiu em solo pedregoso, onde não havia muita terra, e nasceu logo porque a terra era pouco profunda. Logo, porém que o sol nasceu, queimou-se, por falta de raízes. Outras sementes caíram entre os espinhos: os espinhos cresceram e a sufocaram. Outras enfim, caíram em terra boa: deram frutos, cem por um, sessenta por um, trinta por um. Aquele que tem ouvidos, ouça”. (Mat 13,1-9)

Este evangelho é de fácil entendimento, pois o próprio Jesus, logo em seguida ao trecho que eu digitei aqui, dá a explicação desta linda parábola.

E hoje eu me pergunto e pergunto a você também: QUAL O TERRENO DO MEU E DO TEU CORAÇÃO?

Quantos escutam a Palavra de Deus, mas não a entendem, então essa Palavra se torna estéril, sem vida, não produz raízes, nem frutos, assim o maligno, logo a arranca do coração daquele que não a semeou corretamente. Outros ouvem a Palavra de Deus com alegria, ficam eufóricos, animados, dizem dar a vida pelo Reino de Deus, partilham publicamente sua fé e não hesitam em propagar a Boa Nova do Senhor. Mas, como a Palavra caiu em solo pedregoso e não criou raízes, Jesus nos diz que esse é inconstante, pois na primeira tribulação ou perseguição por causa do Reino, logo encontrará ocasião de queda, irá fraquejar e desistirá… Quantos desistem do caminho do Senhor, na primeira tribulação… Eu pensava nisso ontem ao ler este evangelho e pedia a Deus a graça de continuar fiel, mesmo em meio as adversidades, lembrava que o nosso caminho é uma imitação do nosso Mestre e Senhor Jesus; se Ele levou sua própria cruz, porque eu não levarei a minha? Ele  mesmo disse: “Quem não toma a sua cruz e não me segue, não é digno de mim” (Mat 10.38).

E se eu e você, não cultivamos o terreno do coração ele poderá até estar cheio de “boas e retas intenções”, mas na primeira dificuldade, quando a coisa “apertar”, saímos correndo e jogamos tudo pro alto. Outros abandonam o caminho, seduzidos pelas coisas do mundo, pelo desejo do “ter” e do “ser”, então, os cuidados do mundo e a sedução das riquezas, afastam a essência do Evangelho do coração.

Mas, nosso Senhor nos diz que para prosseguirmos firmes na fé, nosso coração deve ser essa terra fértil, que como nós sabemos numa terra assim, tudo que se planta dá, não é mesmo? A terra boa semeada, como nos disse Jesus é aquele que ouve a Palavra de Deus e a compreende e produz fruto: cem por um, sessenta por um, trinta por um.

Reze comigo agora:

“Senhor, Deus Bom e Fiel, dá-nos a graça de um entendimento profundo e claro de tua Palavra, queremos meditar, colocar em nosso coração e em prática teus ensinamentos. Tira tudo o que nos impede de uma verdadeira interpretação e de um mergulho espiritual no grande tesouro que tu nos deixaste: a Bíblia, assim como o salmista cantou, queremos proclamar hoje: TUA PALAVRA É LUZ PARA O MEU CAMINHO E LÂMPADA PARA MUS PÉS“.(Sal 118.105).  Glória a ti Senhor Jesus!”.

Um forte abraço e uma feliz e santa semana para todos.

Não deixem de ler a mensagem do Padre Pio para esta semana. Em breve, eu estarei postando uma matéria sobre Estudo Bíblico, aguardem…

Deus abençoe a todos.

Fabiana Paula.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: